Polícia

ACM Neto diz que indústria do tráfico cresceu na Bahia

O deputado ACM Neto (DEM) afirmou nesta segunda-feira (04) que 2009 foi o ano marcado pela violência na Bahia e pelo crescimento nos gastos do governo Jaques Wagner (PT) com propaganda.

“Desde 2007, quando Jaques Wagner assumiu o governo, a violência na Bahia saltou a patamares nunca vistos antes em nosso estado. São mais de dez mil assassinatos em toda a Bahia”, disse Neto. “Perdemos investimentos para estados vizinhos aqui do Nordeste, mas a indústria do tráfico de drogas cresceu. Isso ao mesmo tempo em que os gastos do governo com propaganda se avolumam à medida em que as eleições se aproximam”, acrescentou o democrata.

Neto afirmou que a questão é de prioridade. “O governo dá prioridade aos gastos com propaganda. Este ano, o orçamento inicial para propaganda foi de R$110 milhões. Esse montante já subiu para quase R$124 milhões. Para segurança, ainda não se investiu nem um quarto desse valor”, declarou o deputado. “Ou seja, o governo prefere investir na propaganda para tentar criar a ilusão de que tudo está indo bem, enquanto as pessoas estão morrendo porque não há investimento nas polícias”, criticou.

ACM Neto lembrou que, em 2009, fez vários pronunciamentos no plenário da Câmara Federal criticando a falta de investimento em segurança. Em um deles, leu uma carta de uma delegada afirmando que faltava até papel higiênico em sua delegacia. Em outro, pediu o apoio da Força Nacional de Segurança para conter o crime organizado na Bahia. Neto também apresentou emenda para o aparelhamento das polícias junto à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) da União.

O deputado lembrou ainda que estados como Pernambuco estão investindo mais em segurança que a Bahia.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: