Cultura

Artistas discutem Espaço Cultural em Feira de Santana

Propostas para adequação do Espaço de Cultura e Lazer Marcus Moraes foram discutidas numa reunião entre representantes do Conselho Municipal de Cultura e profissionais de segmentos de música, teatro e artes plásticas, na noite de segunda-feira (18). O encontro aconteceu no Teatro Ângela Oliveira, do Centro de Cultura Maestro Miro.

De acordo com a diretora do Departamento de Atividades Culturais, que também integra o Conselho Municipal de Cultura, Maria de Lourdes Barreto, o Conselho havia solicitado da Secretaria de Planejamento uma organização física do espaço, que pudesse atender as necessidades de todos os segmentos de cultura. “A reunião foi realizada com a finalidade de colher sugestões, para em seguida serem apresentadas ao secretário Carlos Brito”, ressaltou.

Para o representante do segmento de teatro no Conselho, Araylton Públio, o Espaço de Cultura e Lazer Marcus Moraes “precisa perder a caracterização de ponto de ônibus”. Para ele, “as propostas devem ser criativas e eficientes, para que não demandem obras muito longas, e permitam que o espaço seja utilizado em todas as manifestações culturais”.

O representante do segmento áudio-visual, Antônio Augusto Cordeiro, propôs que lonas poderiam cercar o local, tornando o espaço semelhante à de um circo. “Circo é sinônimo de alegria. Um palco fixo, com uma concha acústica, também poderia ser usado.

Para o presidente da Fundação Cultural Egberto Costa, César Orrico, “é importante que seja pensada uma estrutura que possa funcionar não apenas provisoriamente, mas sim de forma definitiva, capaz de oferecer uma fácil logística quando for usada”.

O secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Alcione Cedraz, também participou do encontro. Ele é um dos representantes do Governo Municipal no Conselho. As propostas serão encaminhadas de imediato a Secretaria de Planejamento, para serem observadas no projeto arquitetônico.

To Top
%d blogueiros gostam disto: