Política

Em V. da Conquista, Souto compara violência da cidade com a de Salvador

O ex-governador Paulo Souto, presidente estadual do Democratas e pré-candidato da oposição ao governo do Estado, disse nesta quarta-feira (20) que o índice de violência em Vitória da Conquista já é equiparável ao de Salvador.

A declaração foi dada no inicio da tarde, durante uma entrevista concedida ao programa Band Revista, na Rádio Band FM local. “A taxa de homicídios em Conquista, cidade de porte médio do Sudoeste, já atingiu a marca de 58 assassinatos para cada 100 mil habitantes, enquanto a de Salvador é de 59 para cada 100 mil, um dos maiores índices do país”, afirmou o democrata.

Durante a entrevista, Souto manifestou sua indignação com a situação em que vem se transformando o cotidiano dos baianos com a escalada da violência decorrente da falta de segurança. “Tão grave quanto a violência é a indiferença do atual governo com a situação. De um orçamento de R$ 140 milhões para a segurança, no ano passado, o governo Wagner não chegou a gastar R$ 35 milhões. Não faz o elementar para combater a violência, e os números comprovam isso para nossa infelicidade”, disse.

O oposicionista lembrou ainda que criou seis Companhias Especializadas, entre elas a do Sudoeste, que atendia a região de Vitória da Conquista. Segundo ele, as ações das Companhias Especiais promoveram uma redução de 75% no número de assalto a bancos e roubos de carga no interior do estado no período de 2003 a 2006. “O que se sabe é que houve um desaparelhamento dessas companhias, com diminuição de efetivo e sucateamento de equipamentos e veículos, numa demonstração de total insensibilidade com a falta de segurança em que vive atualmente toda a Bahia”, denunciou.

Na entrevista à Rádio Band FM, Paulo Souto comentou também a perda de protagonismo e liderança da Bahia na Região Nordeste, ficando evidenciado, segundo ele, após o anuncio da Infraero de que o aeroporto de Salvador passaria à subordinação da Superintendência Regional, em Recife. “O que interessa é ter uma Superintendência da Infraero aqui, como era. Mais uma vez fomos preteridos, como na implantação do pólo têxtil, que tinha toda condição de ser na Bahia e foi para Pernambuco”, lamentou.

Candidatura ao governo

Ao ser indagado sobre a situação do aeroporto de Vitória da Conquista, o oposicionista disse que o existente não atende às necessidades da região. Mas ele aproveitou para informar de que o deputado federal ACM Neto (DEM) conseguira aprovar uma emenda com destinação de recursos para o novo aeroporto da cidade. “Se eles não priorizam os interesses da Bahia, nós, do Democratas, priorizamos”, informou.

Sobre eleição, Paulo Souto garantiu à população conquistense que a aliança DEM/PSDB terá candidato ao governo estadual em outubro. Depois da entrevista, Souto viajou de Vitória da Conquista para o município de Teixeira de Freitas, onde teria encontro à noite com lideranças da região. Além do ex-prefeito Wagner, deste município, o oposicionista se encontraria também com os ex-prefeitos Manoelzinho e André, de Nova Viçosa e Prado, respectivamente.

O pré-candidato ao governo baiano viajou ao lado do ex-governador e atual prefeito de Guanambi, Nilo Coelho (PSDB), do ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho (DEM), e do deputado estadual Sandro Regis (PR). A viagem aconteceu no avião de Nilo Coelho.  

Por Evandro Matos

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: