Política

Ex-Prefeito de Itaberaba desmente acusações plantadas na imprensa

O ex-prefeito de Itaberaba Jadiel Mascarenhas negou nesta segunda-feira (25) com veemência todas as acusações feitas contra ele na imprensa, dando conta de que teve os bens apreendidos pela Justiça Federal e que havia desviado R$ 16.971.690,75 dos cofres municipais.

Jadiel Mascarenhas apresentou um documento autenticado da Controladoria Geral da União (CGU), que desqualifica as informações distribuídas para a imprensa na semana passada, “certamente de interesses políticos duvidosos”.    

De posse do documento da CGU, Jadiel esclareceu que não houve qualquer desvio de recursos federais no município de Itaberaba, como foi cogitado na matéria. “Na verdade, os R$ 16.971.690,75 mencionados foram os valores efetivamente repassados pela União, sob a responsabilidade de órgãos federais, estaduais, municipais e entidades legalmente habilitadas, todos devidamente aplicados, não podendo se falar, portanto, em desvio de recursos e, sim, em fiscalização”, narra o ex-prefeito.

Ainda segundo Jadiel Mascarenhas, ele jamais teve quaisquer bens apreendidos como foi dito na matéria. Empresário bem sucedido no ramo moveleiro, Jadiel fez questão de frisar que “meu patrimônio foi construído com muito trabalho, conforme é do conhecimento de toda população de Itaberaba e, quando prefeito, tive todas as minhas contas aprovadas pelo Tribunal de Contas do Município e pela Câmara de Vereadores”. 

Ao finalizar, ele afirmou que “a essência da notícia é sórdida e leviana, sendo fruto da ciumeira da oposição, insatisfeita tanto pelo excelente trabalho que realizei como prefeito, quanto pela nossa força política na região da Chapada, confirmada com a aliança celebrada recentemente com o Governador Jaques Wagner”.

Por Evandro Matos

 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: