Cultura

Conquista avança na inclusão digital, mas não supera Feira de Santana

A proposta surgiu no final de 2008, quando o prefeito Guilherme Menezes, na época Deputado Federal (PT), integrava a comissão de ciência e tecnologia, que discutiu, entre outros temas, a inclusão digital.

O projeto pretende promover a inclusão digital no município, modernizando e humanizando os serviços oferecidos pela Prefeitura e disponibilizando o acesso wireless à internet, de forma gratuita, para a população. O Projeto Cidade Digital de Vitória da Conquista prevê três eixos: o primeiro, chamado de Governo Eletrônico, vai integrar a gestão e a comunicação interna dos diversos setores da Administração Municipal, por meio da criação de portais, além de permitir o acesso da população a vários tipos de serviços.

O segundo eixo é o fomento ao Pólo de Tecnologia, já existente na cidade, que vai permitir às empresas do setor melhores condições para prestar serviços na área de manutenção de equipamentos, infraestrutura digital e de desenvolvimento de programas. A Inclusão Digital da população é o terceiro eixo do projeto.

De acordo com o prefeito Guilherme Menezes, “um projeto como a Cidade Digital não oferece apenas acesso à tecnologia. Os benefícios abrangem todas as áreas, da eficiência da administração pública, passando pela melhoria da gestão dos serviços de saúde e educação, estendendo-se até à economia do Município, estimulando um novo e importante setor de produção”, asseverou.

Para o coordenador do Centro de Processamento de Dados/CPD, Beto Veroneze, o projeto Cidade Digital vai consolidar o Centro de Processamento de Dados, criado na primeira gestão do Governo Participativo, garantindo mais controle do bem público e mais acesso da população aos serviços municipais.

FEIRA DE SANTANA

 No município de Feira de Santana já funciona o Programa Cidade Digital. No último mês de dezembro, o governo feirense recebeu reconhecimento nacional em função da inovação na área tecnológica com o programa de inclusão Feira Cidade Digital na categoria “e-Serviços Públicos”. O projeto já consolidado se encontra em fase de expansão na cidade e também na zona rural. Feira de Santana tornou-se a primeira cidade do Norte e Nordeste do país a oferecer este tipo de serviço aos cidadãos.

To Top
%d blogueiros gostam disto: