Polícia

Gerente e vigilantes do assalto ao Banco do Brasil de Mairi são liberados

Já foram encontrados um gerente e dois vigilantes da agência do Banco do Brasil de Mairi, que haviam sido levados como reféns durante um assalto por volta das 11 da manhã desta segunda (1º). Os assaltantes levaram as armas e coletes à prova de balas dos vigilantes.

Gerente e guardas foram deixados na saída da cidade, na estrada que dá acesso ao povoado de Angico, divisa com Mundo Novo (300 km). Policiais de três municípios vizinhos – Capim Grosso, Baixa Grande, Várzea da Roça – e uma equipe da Coordenadoria da Polícia em Jacobina está em Mairi realizando buscas aos assaltantes. A quantia roubada ainda não foi contabilizada.

A polícia suspeita que a quadrilha seja a mesma que assaltou em outubro a agência do Banco do Brasil em Baixa Grande e em dezembro, em Várzea da Roça.

Assalto em meia hora

Ação durou aproximadamente 30 minutos e foi protagonizada por cerca de 12 homens armados. Um dos carros utilizados pelos bandidos, um Doblô, foi incendiado em frente ao banco.

Os funcionários e clientes foram obrigados a formar uma espécie de escudo de proteção contra a polícia, enquanto os assaltantes roubaram o dinheiro. Na saída, os bandidos trocaram tiros com a polícia e levaram os três funcionários do banco. Ainda não há pistas sobre o paradeiros dos

To Top
%d blogueiros gostam disto: