Cultura

Salvador- Atraso marca festa de yemanjá

O presente principal de Iemanjá, uma sereia negra, chegou atrasado por volta de 8h50 desta terça-feira, 2, no barracão da Colônia de Pescadores do Rio Vermelho. A oferenda, que geralmente chega entre 4h30 e 5h, atrasou porque os veículos que traziam a oferenda de Arembepe foram interceptados pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE), por conta de problemas na documentação, de acordo com o presidente da Colônia, Marcos Souza. Entretanto. agentes da PRE negaram a informação e disseram que os automóveis – uma S4000 e um Celta – não foram apreendidos pelo órgão.

A sereia negra, criada pelo artista plástico Washington  Santana, foi escolhida para homenagear o continente africano e o continente afrodescendente. Como ocorre todos os anos,  baianos e turistas acordaram cedo nesta terça-feira, 2, para homenagear a rainha do mar, Iemanjá.

Às 4h30, houve a alvorada e desde 5h os devotos deixam seus presentes nos 300 balaios no barracão dos pescadores. Alguns preferem entregar as oferendas diretamente no mar. Milhares de pessoas participaram da festa.

Com informações do A Tarde Online 

To Top
%d blogueiros gostam disto: