Economia

Prefeitos baianos discutem crise dos municipios em Brasília

Preocupados com as constantes quedas de receitas, o presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Roberto Maia, e mais dez prefeitos representantes de associações regionais, estão reunidos nesta quarta-feira (03/02), com o presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Paulo Ziulkoski, em Brasília.

Na reunião os prefeitos vão elaborar um plano de ações para tentar solucionar as quedas da receitas que permanece em 2010. Só no mês de janeiro, a queda no repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) foi 24,3% menor que em 2009, agravada pelo aumento do salário mínimo.

“Estamos muito preocupados com a situação dos municípios, que já estava ruim, e com o impacto do aumento do salário estamos sem saber o que fazer para manter nossos compromissos”, argumenta Roberto Maia.

Serão discutidos além das quedas no repasse, a estimativa para os próximos meses, impacto do piso salarial do magistério e do salário mínimo, as marchas que deverão ocorrer nos Estados, atuação da CNM em 2010 – com temas prioritários, e outros assuntos relevantes ao município.

Os prefeitos baianos que estão participando da reunião são: Antônio Araujo (Ourolândia), Antônio Rodrigues (Muniz Ferreira), Cesar Silva (Belo Campo), Izaque Júnior (São Domingos), Jônatas Santos (Barra do Rocha), Marco Aurélio (Santana), Moacir Andrade (Itambé), Moacir Leite (Uruçuca), Rogério Costa (Santo Estevão), Roberto Maia (Bom Jesus da Lapa) e Tânia Yoshida (Conceição do Jacuípe).

Com informações da Ascom UPB

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: