Política

PR diz que candidatura de Garotinho é irrevogável

O PR reagiu ontem à possibilidade de retirada da candidatura do ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, ao Palácio Guanabara. Na semana passada, o presidente Lula autorizou petistas a negociarem com o PR a saída de Garotinho da sucessão fluminense.

Seria uma forma de encontrar um palanque único para a reeleição do governador Sérgio Cabral (PMDB-RJ), aliado preferencial do Palácio do Planalto. O governador pediu encontro com Lula no fim de semana para tratar do tema, o que deve ocorrer apenas no Carnaval.

Em nota oficial, o partido chegou a afirmar que “é irrevogável o apoio da direção nacional do PR à candidatura de Garotinho ao governo do Rio em 2010”. O texto é assinado pelo presidente nacional do PR, Sérgio Tamer.

Por meio de sua assessoria, Tamer criticou duramente o governador Sérgio Cabral. Para ele, o peemedebista é o responsável por prejudicar o palanque de Dilma no Rio. “Não há problema no Rio de Janeiro da nossa parte. Quem está criando problema é o governador Sérgio Cabral, que está jogando para dividir. É melhor dois palanques do que apenas um”, disse.

Ele também negou qualquer possibilidade de negociar com o PT a retirada da candidatura: “Não existe negociação em que se admita um recuo da candidatura Garotinho”.

Ontem, o ministro do Trabalho, Carlos Lupi (PDT), e Garotinho se reuniram no Rio, para costurar aliança. O PDT negocia candidatura ao Senado na chapa do ex-governador.

 

Com informações de O Globo

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: