Polícia

Caatiba – Professor da rede municipal é preso por acusação de pedofilia

Um professor foi preso em Caatiba, a 595 km de Salvador, acusado de pedofilia. Paulo Geovane Brito Santos, 23 anos, é acusado de ter mantido relações sexuais com duas estudantes suas, duas menores de 14 anos.

A polícia já investigava o professor há algum tempo por conta de denúncias anônimas. Neste mês, eles conseguiram confirmar através de depoimentos que pelo menos duas menores fizeram sexo com o professor. Segundo o delegado titular de Caatiba, Roberto Júnior, ‘ele seduzia as menores dizendo que tinha um grupo, que ajudaria a menor a conseguir melhoria nas notas, que prejudicaria os inimigos dela’. Para entrar no grupo de privilégios, que ele chamava de ‘A Família’, a garota precisava dar sua virgindade ao professor.

A polícia conseguiu um pedido de prisão temporária contra Geovane. Na casa dele, foram apreendidos computadores, DVDs e vídeos que devem passar por perícia. “Mas já temos provas suficientes para pedir a (prisão) preventiva”, diz o delegado.

Preso no final da tarde da segunda (8), Geovane se recusou a falar sem a presença de seu advogado, que até agora não se apresentou. Ele é professor de Inglês da rede municipal de ensino da cidade e, segundo o delegado, até seu grupo de amigos é todo composto por menores. “Está uma repercussão muito grande na cidade, justamente porque ele é professor, uma figura de autoridade para os jovens”, diz o delegado Roberto.

A polícia está investigando o caso e explorando a possibilidade de que essa denúncia faça com que surjam novos casos e que se trate de uma rede maior de pedofilia.

Com informações do Correio Online

To Top
%d blogueiros gostam disto: