Educação

Jequié – Trabalhadores da Educação entram em “estado de mobilização”

Em assembléia geral realizada na tarde da ultima sexta-feira (05/02), os trabalhadores em Educação da rede municipal de Jequié decidiram entrar “em estado de mobilização”.

Essa decisão foi tomada por unanimidade pelos trabalhadores em educação da rede municipal de ensino de Jequié, após a diretoria da APLB/Sindicato informar o resultado da audiência realizada na parte da manhã, com o Secretário de Administração, José Roberto Borges, e o Procurador Geral, Elizeu Maia Matos.

Na reunião foram tratados e definidos alguns pontos da pauta encaminhada pelo sindicato, a exemplo da mudança de nível dos professores, cujos valores serão pagos na folha de fevereiro (março), e o pagamento do retroativo, será pago a partir da folha de março que sairá no mês de abril, em parcelas.

Na oportunidade, ficou agendada uma nova reunião para amanhã, terça-feira (09/02), às 09h, com os mesmos Secretários para definir o reajuste salarial. O sindicato já apresentou uma proposta de reajuste conforme o que dispõe o artigo 5º da lei 11.738/08 – Lei do PISO.

Para a professora Claudenice Barbosa, Diretora da entidade, “a valorização dos trabalhadores em educação deve estar na pauta do município, política de estado. A progressão na carreira, as condições de trabalho, a saúde do trabalhador.

A decisão da categoria traduz a sua insatisfação com a política implementada pelo governo. Vamos lutar para garantir a implementação do piso. Queremos um índice que atenda as necessidades da categoria. No dia 18 de fevereiro teremos uma nova assembléia e definiremos o início ou não do ano letivo de 2010”, concluiu.

Informações de www.aplbjequie.com.br

To Top
%d blogueiros gostam disto: