Política

Prefeito de Ilhéus teve encontro secreto com ministro Geddel em Salvador

O prefeito de Ilhéus, Newton Lima (PSB), esteve em Salvador e teve um encontro a portas fechadas com o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima (PMDB), na manhã desta segunda-feira (08).

O encontro ocorreu na sede do PMDB, no bairro Costa Azul. Newton Lima foi pontual. Ele chegou minutos antes da hora marcada: 8h30min. Levou à tiracolo o secretário de Serviços Urbanos, Carlinhos Freitas, que é presidente do PTB de Ilhéus.

O prefeito quer que Geddel tire da cartola uma grande obra para a Terra de Gabriela. Segundo uma fonte peemedebista, o prefeito de Ilhéus apresentou o pedido e entoou bela música aos ouvidos do ministro: fez críticas nem tão leves ao governador Jaques Wagner (PT).

Para o prefeito, o petista não teria correspondido ao apoio eleitoral anunciado na primeira semana de janeiro, dias após o “surto da caneta”. Até agora, teria relatado, o máximo que o governador garantiu à sua gestão foram uns trocados para a realização do carnaval e umas atrações “diretas do túnel do tempo”.

O encontro foi considerado bom, segundo a fonte. É possível que Newton volte atrás na sua decisão de apoiar Wagner. Mais ainda: não levou adiante o plano de devolver o diretório do PTB de Ilhéus a Geddel. Como se sabe, o partido saiu da base governista e fechou com o ministro da Integração Nacional, que é pré-candidato a governador.

Caso decida por apoiar Geddel, Newton Lima terá de resolver um problema no Palácio Paranaguá: dois dos principais cargos do seu governo foram preenchidos no mês passado por indicações do PT, partido de Wagner. São eles os de secretários de Saúde, Antônio Rabat, e de Planejamento, Alisson Mendonça.

Como se sabe, Newton vem enfrentando sério desgaste político em Ilhéus. No final de 2009 ele deu inicio a uma repactuação com o PT e outros partidos da base governista, entregando algumas secretarias. As negociações avançaram e houve uma reaproximação com o governador Wagner, mesmo Newton mantendo uma boa relação com o ministro Geddel.

No último final de semana o PSB fez um encontro em Salvador, e ele, Newton, mais uma vez, não compareceu. O prefeito de Ilhéus parece não nutrir boa simpatia com a direção estadual do seu partido. O certo é que Newton tenta uma saída para melhorar o seu governo. Pelo visto, quem oferecer melhores condições vai ganhar o seu apoio na sucessão estadual.   

Por Evandro Matos

To Top
%d blogueiros gostam disto: