Polícia

V. da Conquista – Suspeito de matar policial tem admiradores na cidade

O jovem de iniciais M.S. (17 anos), conhecido como “Jararaca”, acusado de matar o soldado da PM Marcelo Márcio Lima Silva (32) no dia 28 de janeiro, por incrível que pareça, tem admiradores em alguns dos bairros em que atuava na cidade de Vitória da Conquista.

Jararaca se entregou à Justiça dia 1º de fevereiro e, no inicio da noite do dia 2, foi transferido para o Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), em Simões Filho.

Desigualdade social

A falta de condições dignas para jovens, idosos, adultos e crianças é a fábrica de indivíduos “feitos para o mundo do crime”. A falta de infra-estrutura urbana, de programas sociais agravam a revolta da população dos bairros periféricos.

Neste cenário, indivíduos de alta periculosidade social, acabam ganhando respeitabilidade por alguns indivíduos da comunidade em que vive. Isso ocorre também com o jovem “Jararaca”. De acordo com informações da TV Sudoeste, o jovem “Jararaca” é descrito por moradores do bairro como um indivíduo que protegia a comunidade.  

Onda de violência

 

Depois do assassinato do policial uma onda de violência tomou conta de Conquista. A violência foi tamanha que já está ocorrendo investigações do Ministério Público Federal e o governador do Estado, Jacques Wagner já ligou para o prefeito de Vitória da Conquista, Guilherme Menezes na última sexta-feira (5).

O Governador se comprometeu a cobrar dos comandos das Polícias Militar e Civil todo o rigor na apuração dos homicídios, ocorridos depois que foi assassinado do PM. Moradores dos bairros Alto da Colina e Alto Maron continuam amedrontados. Na noite da última terça-feira, uma ambulância do SAMU 192 foi alvejada no bairro Pedrinhas.  

Por Ramon Gusmão – Correspondente na Região Sudoeste

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: