Polícia

Manicure que estava desaparecida é sepultada em Itanhém

O sentimento de revolta tomou conta de amigos e familiares, que clamaram por justiça, durante o sepultamento da manicure Sandra Souza Santos, de 22 anos, que teve o seu corpo encontrado 48 horas após o desaparecimento, boiando nas águas do rio Jucuruçu, no município de Prado.

Ela estava desaparecida desde o dia 31 de janeiro.

O corpo foi reconhecido no final da tarde da última quarta-feira (10/02), quando familiares estiveram no IML – Instituto Médico Legal de Teixeira de Freitas.

Houve um princípio de tumulto quando o corpo chegou, por volta das 13 horas desta quinta-feira (11), em razão da grande quantidade de pessoas que aguardavam no salão da comunidade São Judas Tadeu, no Bairro Grinaldo Medeiros, onde o corpo foi velado. Várias pessoas passaram mal e tiveram de ser socorridas por populares.

Durante o sepultamento a coordenadora da comunidade católica do bairro São João, Vera Lúcia da Silva, fez uma oração que emocionou a todos os presentes.

O principal acusado é o ex-namorado dela, um taxista mais conhecido por Zito, que não é visto na cidade desde quando o corpo foi identificado pela família.

As investigações estão sendo coordenadas pelo delegado Jorge Nascimento, titular da Polícia Civil de Itanhém. A prisão preventiva do acusado deve ser solicitada à justiça.

Informações do Teixeira News

To Top
%d blogueiros gostam disto: