Cultura

Ilê Ayê faz homenagem à mãe Hilda e começa a caminhada até o Largo do Sieiro

Ilê Ayê faz homenagem à mãe Hilda e começa a caminhada até o Largo do Sieiro. Este ano, a concentração do bloco não pôde contar com a presença física de sua fundadora, mãe Hilda Jitolu.

Segundo Edmilson das Neves, diretor do Ilê, a guardiã da fé e da tradição africana está presente espiritualmente na saída e durante o desfile do bloco afro. No repertório deste ano, 20 melodias premiadas, seis cânticos da mãe Hilda e clássicos do bloco.

Todos os anos o desfile do mais belo dos belos, Ilê Ayê, recebe a visita de pessoas famosas e autoridades baianas. Esse ano, o governador Jacques Wagner, a ministra da casa civil, Dilma Roussef e o ator Lázaro Ramos foram prestigiar o momento que o Ilê sobe a ladeira do Curuzú.

O tema escolhido deste ano foi “Pernambuco, Uma Nação da África”, e para ajudar na hora do desfile pelo circuito carnavalesco, grupos de maracatu e cabloquinhos de Pernambuco foram convidados, com cerca de 50 pessoas.

Com informações do Ibahia

To Top
%d blogueiros gostam disto: