Polícia

Após 68 horas, mulher mantida refém por ex-marido é libertada em Canoas

Terminou por volta das 20h30 desta segunda-feira o cárcere privado de Josiane Pontes, 29 anos, mantida refém pelo ex-marido Rodrigo Luciano Luz, 32, em Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre (RS).

De acordo com a Brigada Militar do Rio Grande do Sul, a mulher foi libertada por causa das negociações. Ela foi encaminhada para um hospital, mas não tinha ferimentos. Luz, que é vigilante, se entregou em seguida.

O sequestro durou cerca de 68 horas. Na sexta-feira (12), por volta das 23h30, Luz invadiu a casa da ex-mulher e a rendeu, armado com um revólver calibre 38, inconformado pelo fim do relacionamento. A Brigada Militar afirma que esse é o mais longo caso de cárcere privado no Estado. Em 2002, um homem manteve nove pessoas refém por 27 horas.

Para as negociações da rendição, foi montado um gabinete de gerenciamento de crise com sete oficiais da Brigada Militar. Familiares do vigilante também conversaram com ele durante as negociações. A estratégia usada pelos policiais foi vencer Luz pelo cansaço.

Os filhos do casal – um menino de 11 anos e uma menina de 8 anos – estavam dentro de casa na sexta-feira, mas foram soltos manhã de sábado, quando a polícia chegou. O cunhado de Luz tentou entrar na casa, mas foi atingido de raspão com um tiro no pescoço.

Com informações da Folha Online

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: