Política

Governador, sem TV, não vê desfile que ajudou a pagar

Desfile fez alusão aos 50 anos da cidade de Brasília, e foi patrocinado pelo governo do DF. Na cadeia, Arruda não pôde ver o desfile da Beija-Flor.

O governador afastado José Roberto Arruda (sem partido) não pode assistir ao desfile da Beija-Flor, a escola em que o seu governo injetou R$ 3 milhões de patrocínio para encenar, na avenida, o enredo alusivo aos 50 anos de Brasília. Por precaução, a Polícia Federal retirou o aparelho de TV da sala onde ele está recolhido, o gabinete da Diretoria Técnico-Científica (Ditec). Pela programação da Sapucaí, a Beija-Flor deveria encerrar o desfile do primeiro dia, na madrugada de hoje.

Preso há três dias, por tentativa de corrupção de testemunha no inquérito que investiga o mensalão do DEM, Arruda estava ontem deprimido, segundo relato das poucas pessoas que tiveram contato com ele e evitou receber visitas. “Está abatido, sim, mas melhorando”, disse o advogado Thiago Bouza.

Ele quis saber como estava o sobrinho Rodrigo Arantes, preso na penitenciária da Papuda, sob a mesma acusação. Um dos poucos recebidos foi o cunhado Fábio Peres, que levou as refeições.

Fonte: Estadão

To Top
%d blogueiros gostam disto: