Política

Os recados da Mudança do Garcia

Os políticos parece que ficaram com medo da Mudança do Garcia este ano. Diferentemente do que foi visto neste domingo, em que muitos deles disputaram os holofotes no circuito do Campo Grande, inclusive com a presença dos dois principais pré-candidatos à Presidência da República, a ministra Dilma Rousseff (PT) e o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), a presença deles foi quase nula nesta segunda-feira (15).

Apenas quando a Mudança do Garcia chegou próximo ao camarote oficial do governo, apareceram alguns políticos como o secretário estadual Nelson Pelegrino (Direitos Humanos), os vereadores Aladilce Souza (PCdoB), Alcindo Anunciação (PSL), Moisés Pinto (PT), Gilmar Santiago (PT) e o secretário estadual Domingos Leonelli (Turismo).

Este ano sobrou para todo mundo. Como sempre a Mudança do Garcia foi palco de críticas contra os principais pré-candidatos da Bahia. Os manifestantes trouxeram criticas principalmente contra o governador Jaques Wagner (PT) e o ministro Geddel Vieira Lima (PMDB).

O pessoal do Sindpoc (Sindicato dos Policiais Civis) criticou o governo através de mensagens alusivas à Operação Tartaruga da Policia Civil.

O Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia (SINSPEB) fez uma manifestação afirmando que a categoria e outras que não receberam a URV não votarão em Wagner nas próximas eleições. Como pode ser visto na faixa tinha a seguinte frase: “Governador Servidor sem URV não vota mais em você”.

Já o ministro Geddel Vieira Lima foi alvo da mesma crítica feita no ano passado em que colocaram em uma faixa que ele “é a soma do bode mais carneiro”. No caso do peemedebista, a autoria da manifestação é do Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Salvador (Sindseps).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: