Economia

Radialistas tentam deflagrar greve em pleno carnaval de Salvador

A greve dos radialistas foi deflagrada neste domingo (14) pela manhã durante o carnaval de Salvador. Os manifestantes mobilizaram-se em frente às emissoras de televisão e rádio da capital baiana, mas tiveram dificuldade para encontrar adesão da categoria.

O sinal ainda se manteve no ar devido ao processo tecnológico via satélite utilizado pelas emissoras, mas os manifestantes ligados à CUT (Central única dos Trabalhadores) desligaram a fiação da Oi Telemar e de energia elétrica visando interromper as transmissões. Isso ocorreu no domingo pela manhã, justamente quando os profissionais ainda se preparavam para iniciar a cobertura do carnaval.

Se dependesse do movimento, a transmissão do carnaval seria afetada. Outra ação da greve aconteceu na avenida, onde os trabalhadores protestaram com faixas e distribuição de panfletos alertando à população sobre o descaso do patronato com a categoria. 

Os radialistas deflagraram a greve por não concordarem com o reajuste de 4,11% oferecido pelos patrões, que apenas compensa as perdas inflacionárias. Eles pleiteiam um ganho real de mais 7%, o que poderá ser conquistado agora já que o patronato está percebendo a força da classe trabalhadora organizada.

É justa a reivindicação dos radialistas. O estranho é que no local em que ficam instaladas as centrais de rádios que transmitem o carnaval havia várias faixas e manifestantes da CUT. Diferente dessa solidariedade, os profissionais de outras categorias – como bancários de bancos oficiais e órgãos ligados ao governo – não tem tido esta participação da central, que funciona como um braço político do PT.

To Top
%d blogueiros gostam disto: