Meio Ambiente

Eunápolis: Tatu obeso morre no centro de tratamento do Ibama

Animal foi entregue ao Ibama para tratamento, mas o quadro de obesidade era muito grande. Apesar da perda de peso, o tatu não resistiu e morreu.

O tatu-peba com cerca de 16 quilos recebido pela Gerência do IBAMA em Eunápolis, Sul da Bahia, não resistiu aos problemas decorrentes da obesidade mórbida e morreu nesta sexta-feira (19).

Segundo os técnicos que cuidaram do animal nas últimas semanas, a morte do tatu foi decorrente de complicações associadas ao seu quadro de obesidade mórbida, principalmente por conta dos problemas relacionados ao mau-funcionamento do sistema renal.

De acordo com os técnicos, antes de ser entregue espontaneamente ao Ibama, o  animal vinha sendo mantido em cativeiro com uma dieta inadequada, ao que tudo indica composta de sobras de alimentos humanos.

Após ser entregue, o tatu foi examinado por um médico veterinário, que constatou que a alimentação inadequada contribuiu para o desenvolvimento de um quadro de obesidade mórbida.

Diante deste diagnóstico, o animal foi submetido a uma dieta de restrição de calorias e exercício progressivo, com o intuito de restabelecer seu peso normal. Durante o tratamento recomendado pelo médico-veterinário, foi observada a redução do número de descargas urinárias.

Após o registro destas alterações, o animal foi encontrado morto pela equipe de tratadores.

Informações da Tribuna da Bahia

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: