Saúde

Vigilante é denunciado por venda de Cytotec e Pramil

O Ministério Público Federal (MPF) ofereceu na última quinta-feira (18) uma denúncia contra o vigilante Ronaldo Conceição da Silva, acusado de comercializar ilegalmente os medicamentos Cytotec e Pramil, ambos proibidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em todo o território nacional.

O vigilante foi flagrado em 2006, no município de Euclides da Cunha, Sul da Bahia, quando transportava 1.160 comprimidos de Cytotec 200 mg e 58 comprimidos de Pramil 50 mg, importados do Paraguai. As substâncias já haviam sido vendidas para farmácias das cidades baianas de Senhor do Bonfim, Monte Santo, Cansanção e Campo Formoso.

Autor da denúncia, o Procurador da República Samir Cabus Nachef Junior afirma que a quantidade dos medicamentos encontrada “atesta, cabalmente, o objetivo comercial”. Em depoimento, o réu confessou que já comercializava os medicamentos há dois meses. Já os proprietários das farmácias negaram a compra das substâncias.

Na denúncia, o MPF pede a condenação de Ronaldo Conceição da Silva por venda de produtos sem registro no órgão de vigilância sanitária. A pena para este tipo de crime, previsto no artigo 273 do Código Penal, pode variar de 10 a 15 anos de reclusão e multa.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: