Meio Ambiente

Estrada que liga as cidades de Itaetê e Iramaia é recuperada

Trecho é utilizado para o escoamento da produção agropecuária e de minério. Além da estrada, governador esteve presente e autorizou convênio no valor R$300 mil para pavimentação de ruas.

Pelo trecho de 29,70 quilômetros da rodovia BA-131, que liga o município de Iramaia, na Chapada Diamantina, até o entroncamento da BA-245 na cidade de Itaetê, passam cerca de 170 veículos por dia, escoando toda a produção agropecuária e de minério da região. A população dos dois municípios recebeu neste domingo (21), o trecho totalmente recuperado.

A recuperação da rodovia beneficia mais de 120 mil pessoas dos municípios de Itaetê, Iramaia, Maracás, Iaçu, Mucugê, Contendas do Sincorá e Marcionílio Souza.

“Antes isso aqui era cheio de buracos, a gente fazia esse trecho em mais de uma hora, agora está muito melhor, consigo fazer em meia hora”, disse o serralheiro Nivaldo Santos. Já o agricultor João de Souza disse que “transportar a produção com a estrada esburacada como estava era muito complicado, agora facilitou a vida da gente”, explicou.

“Até os carros pararam de quebrar e agora a gente economiza com a manutenção”, observou o aposentado, Geraldo Almeida, de 63 anos.

Durante evento realizado em Itaetê, também foram autorizadas obras de pavimentação de diversas ruas da cidade, através de convênio com a prefeitura do município. As obras totalizam R$300 mil, numa área de 5.342,88 m², incluindo a construção de passeios, acessibilidade e sinalização, o que deve beneficiar 13.824 habitantes.

Em Iramaia, o governador Jaques Wagner fez um balanço das ações do estado nos últimos três anos e destacou a geração de empregos recorde na Bahia.

“Nós geramos mais de 170 mil empregos em três anos porque eu acredito que o pai de família quer colocar comida na mesa através do suor do seu trabalho, do seu esforço”, afirmou.

Wagner também ressaltou as obras de recuperação de estradas que já foram feitas, as que estão em andamento e assegurou que a reconstrução da malha rodoviária baiana vai continuar. “Nós já fizemos muito, já recuperamos muitas estradas, já remodelamos o Derba com novos equipamentos, mas ainda faremos muito para continuar esse trabalho de restauração das rodovias do estado”, declarou.

Com informações da Agecom

To Top
%d blogueiros gostam disto: