Polícia

Conquista – Força tarefa deve entregar relatório das investigações até sexta

A força-tarefa que investiga o assassinato de 14 pessoas e o desaparecimento de 3 adolescentes, depois a morte do PM Marcelo Márcio Lima Silva em Vitória da Conquista, voltou ao trabalho na última segunda-feira (22).

Os promotores participaram de uma reunião com a Policia Civil de Vitória da Conquista que durou cerca de uma hora. O promotor de Justiça Paulo Gomes afirmou que o MP irá trabalhar com o maior sigilo possível, para ter pleno êxito nas investigações.

A força tarefa foi solicitou junto a polícia técnica a exumação do corpo do adolescente Oséas Belas de Oliveira, 15 anos, que aconteceu na última sexta-feira. Os projéteis podem identificar se os disparos foram efetuados por armas de PMs.

Nesta terça-feira (23), o Ministério Público da Bahia ouviu cerca de vinte testemunhas em sua sede em Vitória da Conquista. Policiais Militares que estavam de plantão nos dias que aconteceram os crimes estão sendo interrogados.

Mais testemunhas serão ouvidas nesta quarta-feira (24). A Defensoria Pública do Estado no município tem acompanhado os depoimentos desde o dia 10 de fevereiro. De acordo com a defensora Josefina Marques, que tem trabalhado no caso, ambas as representações estão sendo apuradas.

A previsão é que até a próxima sexta-feira (26) a força-tarefa que se instalou na cidade deve entregar um relatório parcial visando informar o andamento das investigações. 

Por Ramon Gusmão – Correspondente na Região Sudoeste

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: