Polícia

Porto Seguro – Policiais se entregam; população protesta; secretário foragido

Os três policiais militares acusados de participar da morte do presidente do Sindicato dos Professores de Porto Seguro (APLB), Álvaro Henrique Santos, 28 anos, e do professor Elisnei Pereira, 31, em setembro do ano passado, se apresentaram à polícia na tarde desta segunda-feira (01/03).

Os policiais Sandoval Barbosa dos Santos, Geraldo Silva de Almeida e Joilson Rodrigues Barbosa ficarão detidos no 8º Batalhão da Polícia Militar.

A prisão dos acusados havia sido decretada no dia 8 de fevereiro pelo juiz Roberto Costa de Freitas Júnior, titular da Vara Crime de Porto Seguro. Continua foragido o secretário de Comunicação Edésio Lima, tido como o mandante do crime. Outros dois acusados de ajudar os PMs continuam desaparecidos: Antonio Andrade dos Santos Junior e Danilo Costa Leite.

O promotor Dionélis Leone Santana Filho, que foi informado sobre a prisão dos três policiais, disse que esteve na manhã desta segunda no gabinete do secretário de Comunicação para cumprir o mandato de prisão, mas não o encontrou no local. “Ele estava trabalhando normalmente, se aproveitando da lentidão do caso. Não entendo como nada havia sido feito, já que até testemunhas estavam sendo executadas”, questionou.

Manifestação

A morte do presidente do sindicato estaria relacionada às denúncias feitas por ele ao Ministério Público sobre o desvio de verbas, abuso de autoridades e contratação de funcionários fantasmas. Um homem conhecido como ‘Pequeno’, acusado de tentar matar a testemunha Itamar Pereira dos Santos, foi preso e morreu dentro da cadeia.

Na manhã desta segunda-feira (01/03), professores do município realizaram uma manifestação em frente ao Ministério Público de Porto Seguro depois de fechar a BR-367. Eles pediam agilidade na prisão dos quatro envolvidos do crime contra os professores.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: