Política

Fernando de Fabinho confirma que está “negociando” com o governo Wagner

O município de Feira de Santana, a 110 km de Salvador, amanheceu o dia de ontem com a política fervilhando. A noticia de que o deputado federal Fernando de Fabinho (Democratas) estaria negociando a sua adesão ao governo Jaques Wagner (PT) pegou todos de surpresa.

Aliado do ex-prefeito José Ronaldo de Carvalho (Democratas) e considerado o seu guru político, a saída de Fabinho pode significar mais uma importante baixa para a oposição em relação à disputa eleitoral deste ano.

Segundo as informações, as negociações envolvem o PP, com a provável indicação de Fernando de Fabinho para uma Secretaria Estadual, provavelmente a de Agricultura, e apoio à reeleição do governador Jaques Wagner. Com a indicação do ainda democrata para a Secretaria da Agricultura, abriria caminho para a permanência de Jairo Carneiro em Brasília, que voltaria à suplência agora com o retorno do secretário João Leão à Câmara Federal, que deve se afastar do governo para disputar a reeleição.

Nos bastidores era dado como certo que o deputado não mais disputaria outra eleição para a Câmara Federal, embora admitisse disputar uma vaga na Assembleia Legislativa, a depender do cenário. Ontem, no final de tarde, Fabinho admitiu ter conversado diretamente com o governador Jaques Wagner sobre o assunto, mas negou qualquer especulação sobre secretaria. Segundo ele, a iniciativa partiu do próprio governador. “É natural o assédio num período eleitoral. Mas não existe nada certo. Gostaria até que este assunto não fosse tão explorado porque o pessoal do Democratas pode não entender isso”, disse Fabinho, sinalizando um recuo.

Ex-prefeito de Santa Bárbara, onde travou duros embates com os petistas desse município, Fernando de Fabinho foi eleito deputado Federal durante três mandatos. Na última eleição ele foi o 3º mais votado dentro do seu partido e 5º mais votado no geral.  Em 2008, com os olhos voltados para Feira de Santana, ele praticamente não participou da política do seu município de origem, certamente pagando o preço das suas próprias escolhas mal sucedidas. Contudo, Fabinho alegou que esteve afastado das bases desde esse período porque vinha pensando em deixar a política. “Com um novo processo eleitoral, o governo entende que eu posso contribuir para o seu projeto”, comentou, arquitetando novos planos e revelando detalhes da conversa. 

 

Insatisfação

Desde que perdeu a indicação para Tarcízio Pimenta para disputar a Prefeitura de Feira de Santana, em 2008, que o deputado Fernando Fabinho estaria desgostoso com a política. Sabe-se que ele andava mesmo desanimado, cuidando de seus negócios, como um hotel que adquiriu na Linha Verde. Ontem ele confirmou a sua indisposição para disputar um novo mandato nas eleições deste ano. “Não participei das eleições de 2008 porque preparava o meu afastamento da vida pública”, justificou.

O maior perdedor com a provável ida de Fernando de Fabinho para o governo estadual seria o ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho. Os dois são “compadres-irmãos”, como o próprio deputado gostava de falar. Contudo, Fabinho disse que, “se acontecer, não muda nada na nossa amizade”. Para alguns analistas, a estratégia do governo é tentar dividir os votos em Feira de Santana, considerado hoje um forte reduto da oposição e, ao mesmo tempo, enfraquecer uma provável candidatura de José Ronaldo, cotado para ocupar uma vaga na chapa majoritária oposicionista.

Procurado para falar sobre o assunto, o ex-prefeito José Ronaldo não foi localizado. Alegando não estar inteirado da situação devido ao cumprimento de uma extensa agenda durante o dia, o prefeito Tarcizio Pimenta disse que iria se informar à noite para poder se pronunciar melhor. “Vou procurar saber o que houve e conversar com ele”, prometeu Tarcízio. 

No ano passado, o atual deputado federal Jairo Carneiro, também ligado a Ronaldo, se transferiu do Democratas para o PP, assumindo uma vaga na Câmara Federal depois de uma delicada negociação dos progressistas com o governo Wagner. A deputada estadual Eliana Boaventura foi outra representante do município de Feira de Santana que trocou a oposição para cair nos encantos do governo estadual.  

Por Evandro Matos

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: