História

Imprensa baiana de luto: paradas cardíacas matam jornalista Jânio Lopo

Com profunda tristeza informamos que o jornalista Jânio Lopo, editor de Política da Tribuna da Bahia e idealizador e âncora do Blog Política Hoje, morreu por volta das 14h30 desta sexta-feira (05) em decorrência de um infarto agudo do miocárdio, em Salvador.

Com profunda tristeza informamos que o jornalista Jânio Lopo, editor de Política da Tribuna da Bahia e idealizador e âncora do Blog Política Hoje, morreu por volta das 14h30 desta sexta-feira (05) em decorrência de um infarto agudo do miocárdio, em Salvador. 

Desde a noite da última quarta-feira (03), quando sofreu o primeiro enfarto, Jânio estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Fundação Bahiana de Cardiologia, no bairro do Itaigara. Não resistindo, veio a falecer na tarde desta sexta-feira.  

O horário do sepultamento foi marcado para as 11h deste sábado, no Jardim da Saudade. A qualquer momento mais iñformações.   

Mais informações chegadas à redação da Tribuna da Bahia, onde Jânio estaria hoje à tarde:

O jornalismo perdeu na tarde de hoje o jornalista Jânio Lopo, Editor de Política do jornal Tribuna da Bahia, vítima de problemas do coração.

Jânio foi internado na Fundação Baiana de Cardiologia na madrugada de quinta-feira, depois de passar mal em casa à noite. Ao chegar ao Hospital, sofreu duas paradas cardíacas.

Mesmo a Justiça tendo concedido uma liminar autorizando a cirurgia na carótida, não houve tempo para salvar a vida desse grande jornalista, que deixa hoje a imprensa de luto, pois além da honrada vida profissional, Jânio era uma excepcional figura humana, o que deixará saudades aos amigos, leitores e admiradores.

Veja as primeiras mensagens chegadas:

ACM Neto lamenta morte de Jânio Lopo

O deputado ACM Neto (DEM) lamenta, com profundo pesar, o falecimento do renomado jornalista baiano Jânio Lopo, editor e articulista político do jornal Tribuna da Bahia e âncora do site Política Hoje. “Estou muito triste com a morte de Jânio Lopo, que tinha uma inteligência rara para escrever sobre política. Ele fará uma enorme falta ao jornalismo baiano. Não vai ser fácil se acostumar a abrir a página dois da Tribuna e não encontrar mais os seus artigos. Aqueles que gostam de ler sobre política perderam muito com o falecimento de Jânio Lopo”, diz Neto. ACM Neto presta condolências à família do jornalista, “que, além de excelente profissional, sempre foi uma figura afetuosa e querida por todos”.

Fernanda, Evandro, Luis, Raul,

segue mensagem do senador ACM Junior sobre a morte de Jânio Lopo.

abs,
Luiz Francisco

O senador Antonio Carlos Junior (DEM) lamentou hoje (ontem) a morte do editor de Política da “Tribuna da Bahia”, Jânio Lopo. “Quem conviveu com Jânio Lopo sabe que ele nunca abriu mão da ética e do respeito às pessoas”, afirmou o senador. De acordo com ACM Junior, em mais de 30 anos de profissão, Jânio Lopo honrou o jornalismo baiano e brasileiro, “fazendo críticas consistentes e coerentes, escrevendo artigos contundentes e fiscalizando a atuação dos políticos. “A todos os meus amigos da ‘Tribuna’, em especial aos jornalistas, o meu sentimento de pesar pelo falecimento de Jânio Lopo. Agora, vai ficar um vazio enorme para todos nós que gostamos de política e nos acostumamos a ler os artigos diários de Jânio Lopo”, afirmou o senador.

Colegas da Tribuna,

o deputado federal Luis Carreira (DEM-BA) me pediu para encaminhar esta mensagem de pesar sobre a morte de Jânio Lopo,

abs,

Luiz Francisco

“A morte de Jânio Lopo deixa uma lacuna impreenchível no jornalismo baiano. Quem se acostou a ler sua coluna diariamente, de acompanhar as suas análises e comentários, certamente, sentirá falta do jornalista que pautou a sua carreira pela integridade e honestidade. Aos familiares de Jânio Lopo e à Tribuna da Bahia, a sua casa, os meus sentimentos.” 
Deputado federal Luiz Carreira (DEM). 

Gaban lamenta morte de Jânio Lopo

O deputado estadual Carlos Gaban (DEM) lamentou nesta sexta-feira (5) o falecimento do jornalista Jânio Lopo, editor de Política da Tribuna da Bahia e âncora do site Política Hoje. “Jânio era uma figura singular no jornalismo baiano. Tanto pelo talento para escrever e analisar o cenário político baiano quanto pelo humanismo. Era um cavalheiro com incontestável talento para o jornalismo”, afirmou o democrata. Para Gaban, os leitores baianos irão sentir muita falta de Jânio Lopo. “Eu lia todos os dias a coluna de Jânio Lopo e vou sentir falta disso. Também vou sentir falta das conversas e da gentileza dele. Foi uma grande perda para a Bahia”.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: