Política

Políticos de Itororó voltam a “Dar as Cartas” em Itapetinga

ITAPETINGA: Durante boa parte das décadas de 70 e 80, os políticos de Itororó mandaram e desmandaram na política de Itapetinga, através dos deputados Henrique Brito (dep. federal), Eujácio Simões (o pai) e Nalmar Alcântara, ambos deputados estaduais. Por absoluta falta de lideranças e representantes nos cenários estadual e federal, os políticos de Itapetinga eram obrigados a se aliarem aos vizinhos de Itororó, que comandavam os esquemas de nomeações para os cargos do Estado, liberação de verbas para realização de obras, e até a escolha dos candidatos a prefeito e vereadores.

Henrique Brito e Nalmar Alcântara se foram, naquele fatídico acidente de helicóptero que ocorreu em Caatiba, no ano de 1982, juntamente com o candidato carlista a governador do estado, Clériston Andrade. Henrique deixou sucessor, o seu filho Sérgio Brito, que ainda mantém o mandato de deputado federal. Nalmar não deixou sucessor político. O velho Eujácio saiu do cenário político quando bem quis, deixando em seu lugar Eujácio Simões Filho, que foi deputado estadual e federal, durante diversos mandatos. Com a derrota de Eujácio Simões Filho, em 2002, encerrou-se o ciclo dos grandes líderes itororoenses, que deitavam e rolavam em Itapetinga.

Agora, depois da derrota política do ex-prefeito Michel Hagge e diante do evidente declínio político do seu grupo, os nossos vizinhos de Itororó voltam a “campear” pela terra da pecuaria, com muita desenvoltura, mandando e desmandando nos cargos do estado, na prefeitura mal administrada pelo protótipo de prefeito Zé Carlos e no desfigurado PT local, que recebem órdens diretas do Assessor Especial da presidência da Petrobrás, Rosemberg Pinto, o novo “padrinho” político do órfão de ACM, José Carlos Moura.

Esse mando político fica mais evidente a cada dia, com Rosemberg indicando o nomeando seus considadãos itororoenses, para ocuparem os cargos chaves regionais, todos sediados em Itapetinga, cidade líder da micro-região. Enquanto isto, o fraco e acomodado prefeito de Itapetinga fica a ver navios, com aquela cara de bobo que lhe é peculiar, comendo na mão de Rosemberg e seu grupo político. Dizem as más líguas que o passatempo predileto dos petistas de Itororó, incluindo o deputado federal Geraldo Simões (de Itabuna), é fazer piadas e “tirar onda” com as mancadas políticas e micos pagos pelo prefeito de Itapetinga.

Rosemberg Pinto não esconde de ninguém que pretende consolidar uma liderança nesta região, a partir da sua terra natal, aproveitando a maré favorável, para surfar nas ondas de Lula e Wagner, que ainda continuarão mandando por um longo tempo, se prevalecer a lógica política. Assim, os Itapetinguenses voltam a receber órdens políticas diretamente da “terra da carne do sol”, com direito a assistir, quem sabe, um replay daquele velho projeto do saudoso deputado Nalmar Alcântara, que queria incorporar o Distrito de Bandeira do Colônia ao município de Itororó. Viva a incompetência dos atuais políticos de Itapetinga.

FONTE: SUDOESTE HOJE

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: