Economia

Projeto do Sebrae reorienta negócios do setor de saúde baiano

Depois das cidades do Litoral Sul, Recôncavo e Sertão baiano, no dia 15 de março, iniciativa chega a Paulo Afonso, no norte do estado.

A redução dos custos operacionais do setor até o final de 2010 e a reorientação dos investimentos nos negócios estão sendo comemorados pelos empresários e gestores de estabelecimentos de saúde de Ilhéus e Itabuna, na Bahia. A possibilidade foi aberta pelo Sebrae na Bahia a clínicas médicas, laboratórios de análises clínicas e outros empreendimentos do setor com o início do programa de Gestão Empresarial para a Área de Saúde, cujas principais atividades se iniciam na segunda quinzena de abril.

O projeto, que chega no dia 15 de março à cidade de Paulo Afonso, no norte baiano, já atende empresas de Valença, Jequié, Senhor do Bonfim, Ilhéus, Itabuna e Alagoinhas. No dia 5 de abril, vai beneficiar um conjunto de empreendimentos de Salvador com a realização de cursos de capacitação para os empresários do setor de saúde e seus principais colaboradores e ainda com auditorias e consultorias empresariais gratuitas nos próximos meses.

O bioquímico João Dantas Neto, por exemplo, considera excelente o que lhe foi apresentado pela gestora estadual do projeto, Maria Carmem Soares, e a consultora Altanira Correia. Proprietário do Lidi Laboratórios, o empresário disse que havia contratado consultoria para orientar a área financeira, mas vai reajustar o foco tendo em vista que entre as metas do projeto do Sebrae está o aumento do faturamento das empresas em até 4% do faturamento em relação a 2008.

Salto qualitativo

A outra meta do projeto de melhorar a utilização de softwares de gestão foi comemorada pelo também bioquímico Adalmir Pacheco de Farias. “Será um salto qualitativo espetacular para as nossas empresas”, declara o empresário itabunense, acrescentando que confia no êxito do projeto pioneiro do Sebrae para as empresas de saúde da Bahia.

Em Ilhéus, o coordenador da Unidade Regional 4 do Sebrae, Renato Lisboa, comemora os resultados alcançados na semana seguinte ao lançamento do projeto, que aconteceu no dia 3 de março. Muitos empresários do setor de saúde ligaram para cobrar e pedir informações, depois da boa repercussão entre a classe empresarial de saúde. “Estamos estudando a formação de novas turmas se a demanda continuar crescente”, diz a consultora local do Sebrae, Karla Peixoto.

A diretora financeira da Clínica São Lucas, Márcia Brito, acredita que o projeto de Gestão para a Área de Saúde será bom não só por facilitar treinamentos e cursos de capacitação, mas por também ter foco na satisfação da clientela. Já o bioquímico José Carlos Maltez, de Ilhéus, afirma que a expectativa cresceu entre o empresariado com a oportunidade de participação em cursos que melhorem a gestão, trazem conhecimento e ferramentas que revigoram a saúde das empresas, gestores e funcionários.

Da Agência Sebrae

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: