Política

Souto: “Ao invés de desenvolvimento, governo levou violência ao interior”

O ex-governador da Bahia Paulo Souto e pré-candidato ao governo baiano esteve neste sábado (20) na cidade de Itiúba, onde foi recepcionado por cerca de 800 pessoas.

Souto chegou à cidade às 10h. Por volta das 11h ele foi para a Câmara de Vereadores, onde aconteceu um encontro com lideranças de Itiuba e região, que teve a organização do presidente do Democratas local, Antonio Manoel Neto (Netinho).    

“É latente a decepção dos baianos com o atual governo, em particular os que moram em municípios de pequeno e médio porte. Este governo, ao invés de desenvolvimento, trouxe a violência para o interior do estado”, disse Souto durante o evento.

O democrata lembrou que Itiuba, nos últimos três anos, assistiu a seis assaltos a banco. “Isso mostra como a violência e a criminalidade, antes localizadas nos grandes centros, vêm se espalhando pelas pequenas cidades. E não será com propaganda que a população baiana passará a se sentir mais segura. É preciso comando, é preciso trabalho”, colocou.

 

O pré-candidato ao governo pela oposição chegou à cidade na companhia do ex-prefeito de Feira de Santana e pré-candidato ao Senado, José Ronaldo, dos deputados federais José Carlos Aleluia e Fábio Souto, do estadual Misael Neto, do presidente do PSDB, Antônio Imbassahy, e do vice-prefeito de Feira, Paulo Aquino.  

O evento foi prestigiado também por prefeitos, ex-prefeitos, lideranças e vereadores de municípios da região como os ex-prefeitos de Itiuba, Jonas Pereira e Netinho, de Conceição do Coité, Wellington Passos, e de Queimadas, Maurinho. Também estiveram presentes vereadores e suplentes de Itiuba, Riachão do Jacuípe, Andorinha, Jaguarari, Queimadas, Filadélfia, Ponto Novo e Senhor do Bonfim, além do ex-vice prefeito de Ponto Novo, Oscar. 

O ex-prefeito e líder político de Itiúba, Netinho, foi o anfitrião do evento. Prefeito do município por dois mandatos, ele é considerado um candidato fortíssimo a voltar a comandar Itiúba na eleição de 2012.

 
Por Evandro Matos

   

To Top
%d blogueiros gostam disto: