Economia

A Azaléia de Itapetinga demitiu 257 funcionários nesta semana

A Azaléia de Itapetinga demitiu 257 funcionários nesta semana, destes 219 foram segundo a empresa por justa causa. Abandono de emprego, faltas excessivas, morosidade no cumprimento das atividades e injustificadas, são os principais motivos das demissões alegadas pela empresa.

Graças a esse fato,  a sede do “Sindicato de Verdade” na Rua Sete de Setembro esteve extremamente tumultuada pela quantidade de pessoas que lá estiveram para realizarem a rescisão do contrato de trabalho.

O Diretor Jurídico do Sindicato de Verdade, James Alves compareceu em audiência no Ministério Público do Trabalho cobrando uma maior fiscalização no sentido de manter os postos de emprego na região.

O sindicato tem lutado sem sucesso em reduzir a carga horário de 44 para 40 horas semanais, no sentido de aumentar vagas de emprego ao mesmo tempo em que se busca oferecer um melhor nível de satisfação ao trabalhador.

Um funcionário que não quis se identificar afirmou que “as condições desumanas e o salário de passar fome tem estimulado o abandono de trabalho e algumas faltas.

Os supervisores colocam porém até em casos de doenças” Segundo o trabalhador, “A justa causa é o método que a empresa adotou para não pagar tempo de serviço a funcionários”, disse.

Por Ramon Gusmão

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: