História

Panfleto contra Dilma e PT assinado por bispos/CNBB circula em missa em MG

Um panfleto atribuindo posições pró-aborto do PT ao presidente Lula e à candidata Dilma Rousseff foi distribuído nesta terça-feira (12) em uma missa campal em homenagem a Nossa Senhora de Aparecida em Contagem-MG.

A cidade fica na região metropolitana de Belo Horizonte. A missa foi comandada pelo arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Azevedo.  

O texto afirma que o PNDH3 (3º Plano Nacional de Direitos Humanos) “foi assinado pelo atual presidente e pela ministra da Casa Civil, na qual se reafirmou a descriminalização do aborto, dando assim continuidade e levando às últimas consequências esta política antinatalista de controle populacional, desumana, anti-social e contrária ao verdadeiro progresso do país”.

O panfleto, datado de 26 de agosto deste ano, termina recomendando que os brasileiros, “nas próximas eleições, dêem seu voto somente a candidatos ou candidatas e partidos contrários à descriminalização do aborto”.

O texto – chamado “Apelo a todos os brasileiros e brasileiras” – é assinado pelos bispos que comandam a Regional Sul 1 da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), responsável pelo Estado de São Paulo. Está publicado no site da regional desde agosto. A regional é presidida pelo bispo de Santo André (SP), dom Nelson Westrupp. 

Os quatro homens que distribuíram os papeis em Contagem disseram não serem ligados formalmente à igreja ou a partidos, definindo-se apenas como católicos. Eles defenderam o voto em José Serra (PSDB) e fizeram críticas a Dilma e ao PT.

No início da missa, um apresentador alertou que a arquidiocese de BH não tem relação com o panfleto. Após a missa, dom Walmor disse que a CNBB não tem posição oficial contra candidatos e que os eleitores têm liberdade de escolha.

Informações da Folha Online

To Top
%d blogueiros gostam disto: