Polícia

MST deve ocupar terras de 50 fazendas de municipios baianos até 17 de abril

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) pretende ocupar 50 fazendas na Bahia até o próximo dia 17 de abril.

As ocupações marcam o início do Abril Vermelho, campanha anual que marca o dia do massacre de Eldorado dos Carajás, quando 19 integrantes do movimento foram mortos por policiais militares em uma fazenda da cidade paraense em 1996.

Somente no extremo sul da Bahia, oito fazendas já foram ocupadas até o momento. Durante a madrugada desta segunda-feira (4), o movimento chegou aos municípios de Porto Seguro, Itamaraju, e Eunápolis, a 707, 751, e 671 km de Salvador respectivamente.

No domingo foram ocupadas duas fazendas de Jucuruçu e uma em Itabela. Na madrugada de sábado (2), o MST ocupou as fazendas São Bernardo, que possui 900 hectares e está localizada no município de Alcobaça, e Nova Esperança (com 1.200 hectares), na cidade de Teixeira de Freitas, a 884 quilômetros de Salvador.

Segundo Evanildo Costa, coordenador do MST no sul do estado, o movimento pretende atuar em outras 35 fazendas da região consideradas improdutivas até o final da campanha. Informações do Correio. 

To Top
%d blogueiros gostam disto: