História

Saiba os passos da “caçada” do exército norte-americano para fuzilar Bin Laden

Investigação partiu do encalço ao mensageiro de Bin Laden, que levou os norte-americanos ao esconderijo do terrorista, em Abbottabad, no Paquistão. Saiba como foi a caçada

A pista

Segundo versão do governo americano, detentos de Guantánamo confessam um pseudônimo de quem seria o mensageiro mais próximo a Osama Bin Laden. Essa pessoa seria protegida por Khalid Sheikh Mohammed, um dos arquitetos do 11 de Setembro.

O nome

Em agosto de 2010, espiões americanos localizam o mensageiro em uma residência cerca de 56 km ao norte de Islamabad, no Paquistão. Os espiões desconfiaram que uma propriedade tão grande, com muros de 5 metros de altura, não serviria para proteger apenas um mensageiro.

Localização

Em agosto de 2010, espiões americanos localizam o mensageiro em uma residência cerca de 56 km ao norte de Islamabad, no Paquistão. Os espiões desconfiaram que uma propriedade tão grande, com muros de 5 metros de altura, não serviria para proteger apenas um mensageiro.

Investigação

Ao longo dos oito meses seguintes, a inteligência americana analisou imagens de satélite para tentar descobrir os habitantes do local. Chegou-se à conclusão de que haveria “forte possibilidade” de que Osama Bin Laden estivesse escondido ali.

A decisão

Em 14 de março, Obama faz a primeira reunião para discutir o ataque. Outras quatro reuniões sobre o assunto seriam realizadas antes da autorização. Na sexta-feira, 29 de abril, Obama dá sinal verde para a ação – sem o conhecimento do Paquistão.

O araque

Uma pequena equipe americana invadiu o esconderijo com a ajuda de helicópteros. O tiroteio durou 40 minutos e, além de Bin Laden, outros três homens foram mortos. Bin Laden teria “resistido” e foi alvejado.

O “enterro”

Do Paquistão, o corpo de Bin Laden teria sido transportado ao Afeganistão e, em seguida, enterrado no mar. Informações do Estadão.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

To Top