História

Cruzeiro comemora 94 anos e começa contagem regressiva para o centenário

Rua Tamóios, centro de Belo Horizonte, 2 de janeiro de 1921. Cerca de 100 desportistas de origem italiana se reúnem na Casa de Itália e fundam a Societá Sportiva Palestra Itália, em um ato que mudaria a vida da capital mineira e de dezenas de milhões de pessoas no decorrer do século.

O Palestra nasceu à sombra dos dois grandes clubes de futebol de BH, já estabelecidos há mais de uma década, e que rivalizavam no Campeonato Mineiro: o América e o Atlético. Por conta disso, a equipe de origem italiana acabou se caracterizando como um clube da classe trabalhadora, já que os imigrantes italianos eram, em sua maioria, operários e moradores do subúrbio da capital.

A primeira formação do Palestra Itália, em 1921, teve Nullo, Polenta, Ciccio, Francisco Volpini, Américo, Bassi, Lino, Spartaco, Nani, Henriqueto e Armandinho, e bateu um combinado entre Villa Nova e Palmeiras, ambos de Nova Lima, por 2 a 0.

Em 31/08/1942, um decreto federal exigiu a extinção de símbolos de nações inimigas do Brasil, no contexto da Segunda Guerra Mundial. O Palestra foi obrigado então a mudar de nome. Em 02/10/1942, o presidente da entidade, Cyro Pony, anunciou que o clube passaria a se chamar Ypiranga, em alusão à independência do Brasil. No entanto, o time continuou oficialmente se chamando Palestra Itália. Cinco dias depois, uma assembléia com o Conselho definiu que a instituição passaria a se chamar Cruzeiro Esporte Clube, em homenagem ao símbolo da pátria brasileira, a constelação cívica do Cruzeiro do Sul.


Centenário se aproxima

Falta pouco para o centenário do Cruzeiro. E o clube celeste já tem metas para a data história, que ocorrerá em seis anos. Quando assumiu a presidência, em 2012, Gilvan de Pinho Tavares deixou claro que um dos planos era ter 100 mil sócios até o ano do centenário. A seis anos da data, o clube já conta com 67.343 associados.

Nos bastidores, o Cruzeiro se estrutura para inaugurar um memorial nos próximos anos. A ideia é que o museu seja localizado no Mineirão, já que o clube ganhou um espaço da Minas Arena, por causa do contrato de fidelização. Será um lugar para o torcedor conhecer um pouco mais da história do time, além de conhecer de perto os troféus e objetos raros do clube.

Principais títulos oficiais do Cruzeiro:


Internacionais:

Copa Libertadores da América – 1976 e 1997

Supercopa dos Campeões da Libertadores – 1991 e 1992

Recopa Sul-Americana – 1998

Copa Ouro – 1995

Copa Master – 1995

Nacionais:
Tetracampeão Brasileiro – 1966, 2003, 2013 e 2014

Tetracampeão da Copa do Brasil – 1993, 1996, 2000 e 2003

Bicampeão da Copa Sul-Minas – 2001 e 2002

38 vezes campeão estadual*

*Incluindo o título de Supercampeão de 2002

To Top
%d blogueiros gostam disto: