História

Jacuipe lança programa para resgatar histórias de ex-jogadores de futebol

No último dia 08 de fevereiro, a Rádio Jacuipe 1500 AM lançou o programa Histórias e Ídolos do Futebol, que tem como objetivo trazer para o rádio a história de ex-jogadores de Riachão do Jacuípe e municípios da região, notadamente aqueles que foram ídolos, craques ou artilheiros por onde passaram.

Na pauta do programa estão ainda ex-treinadores, ex-dirigentes, ex-árbitros e ex-locutores esportivos, que também se destacaram como desportistas na referida região.

O programa Histórias e Ídolos do Futebol acontece sempre aos domingos, no horário das 13 às 14 horas, com produção e apresentação do jornalista Evandro Matos.

O programa, que tem causado grande repercussão, dá oportunidade ao entrevistado de falar com detalhes sobre a sua carreira, os bons momentos, os clubes em que jogou, as dificuldades, as conquistas, os amigos, o cotidiano, as mudanças no futebol, a vida atual, entre outros aspectos importantes.

Entrevistados

No primeiro programa o entrevistado (pelo repórter Valter Silva) foi o ex-jogador Vandick, natural de Conceição do Coité, que foi artilheiro na Catuense, Bahia, Flamengo, Juventude e Paissandu, onde foi ídolo e encerrou a sua carreira. Vandick depois seria eleito presidente do clube paraense e atualmente é vereador em Belém.

O segundo entrevistado foi o veterano Pim, que ainda não encerrou a carreira. Maior artilheiro da história do Campeonato Intermunicipal, Pim teve uma origem pobre no bairro Alto do Cruzeiro.

Neste domingo, dia 22, o entrevistado foi o ex-jogador João Almeida, meia que defendeu o Jacuipense, o Galícia e o ASA de Arapiraca na década de 1990. Seu momento mais importante na carreira foi ter participado de uma excursão com o time azulino à Europa. 

Convidado a gravar para o Histórias e Ídolos do Futebol, o ex-atacante Juarez não só confirmou a sua participação, como elogiou o programa. “Até agora não perdi um, estou ouvindo desde o dia da entrevista com Vandick”, destacou.

Ex-jogador e ídolo do futebol em Pé de Serra, Birineco também opinou sobre o programa. “Estou colado. Quando chega o horário, já estou com o rádio, concentrado para ouvir”, disse. 

To Top
%d blogueiros gostam disto: