Esporte

Adversário do Jacuipense na Copa do Brasil, Náutico já foi eliminado por um Leão do interior; nos últimos 5 anos, passou da fase atual apenas uma vez

Um dos times mais tradicionais do nordeste e do país, o Clube Náutico Capibaribe avançou além da segunda fase em apenas sete das suas 19 participações na Copa do Brasil. Caiu, na fase em que enfrenta o Jacuipense, ou antes, em 63% das vezes.

Em oito delas, ficou pelo caminho após vencer o primeiro confronto e em quatro aparições não passou nem pela 1ª fase. Nos últimos cinco anos, só avançou além da fase atual em uma única oportunidade.

Náutico eliminou o jogo de volta três vezes

Ao longo dos anos, o Náutico despachou um time, dispensando a necessidade do jogo de volta, em três oportunidades. Em 2008, garantiu a classificação após vencer o Atlético de Roraima por 7 x 1, ainda na fase inicial. Já em 2011, venceu o Bangu na 2º fase por 2 x 0 e garantiu a classificação para enfrentar o Vasco da Gama nas oitavas.

Essa também foi a única classificação para terceira fase – na época, oitavas de final – que o Timbu conquistou nos últimos cinco anos. No ano seguinte, venceu fora de casa por 3 x 1 o Santa Cruz-RN, mas foi eliminado posteriormente pelo Fortaleza-CE.

Outro Leão do interior eliminou o Náutico

O maior fiasco foi no ano de 2013, ano em que terminou rebaixado na Série A do Campeonato Brasileiro. Na primeira fase da Copa do Brasil, o Náutico enfrentou o CRAC-GO, clube da cidade de Catalão, interior de Goiás, cujo mascote é um Leão e também é conhecido como o Leão do Sul. No primeiro jogo, o CRAC venceu por 3 x 1, levando vantagem para a partida nos Aflitos. Na partida de volta, o placar de 1 x 1 garantiu a classificação dos goianos.

Na época, especulou-se que o Náutico teria aberto o jogo, porque a eliminação precoce classificaria o time para a Copa Sul-Americana, embora a regra se estendesse até a 3ª fase da competição. Seja como for, o Leão do Sul continuou a surpreender, eliminando o Ipatinga na fase seguinte e saindo apenas para o Santos, com a proeza de empatar primeira partida na Vila Belmiro, por 1 x 1.

Melhores desempenhos

Favorito contra o Jacuipense, mesmo com alguns insucessos e desempenho pouco confiável, o Náutico tem seus feitos na Copa nacional. A melhor campanha do Náutico ocorreu na 2º edição da Copa do Brasil, em 1990. O torneio era disputado apenas por 32 times e o Timbu chegou até as semifinais, terminando com artilheiro da competição: Bizu, 7 gols. Na época, foi derrotado pelo Flamengo, que se sagrou Campeão em final contra o Goiás.

Outra campanha notável aconteceu em 2007. O time chegou as quartas de final após eliminar o Corinthians, com uma vitória por 2 x 0 em pleno Pacaembu. Apesar do feito notório, os pernambucanos caíram diante do Figueirense – que terminou como vice – logo na fase seguinte.

Desde 2005, quando voltou a figurar em todas as edições da Copa do Brasil, os alvirrubros pernambucanos foram eliminados na 2ª fase quatro vezes: Coritiba (2005), Vitória (2010), Fortaleza (2012) e América-RN (2014).

Por Leandro Matos

To Top
%d blogueiros gostam disto: