Economia

Mais cortes de Dilma: Caixa reduz financiamento de imóveis usados para apenas 50% do valor a partir de maio

A partir da próxima segunda-feira (4), a Caixa Econômica Federal vai reduzir o limite para o financiamento de imóveis usados com recursos da poupança.

A cota de financiamento de imóveis usados, apenas para operações com recursos da poupança, vai passar de 80% para 50% nas operações do Sistema Financeiro de Habitação, e de 70% para 40% para imóveis no Sistema Financeiro Imobiliário, pelo Sistema de Amortização Constante.

O banco admite que sua prioridade neste ano será o financiamento de imóveis novos, que serão poupados das novas regras, o que beneficia o setor de construção.

A mudança, que mitiga o problema da redução de depósitos na poupança, também não vale para as operações de habitação popular, de acordo com o banco.

“A Caixa Econômica Federal informa que o foco do banco este ano será o financiamento de imóveis novos, com destaque para a habitação popular – operações do Minha Casa Minha Vida e recursos do FGTS”.

Na opinião da advogada Daniele Akamine, sócia da Akamines Negócios Imobiliários, por ora, não deve afetar os demais bancos, que poderão ser uma opção para os compradores. Com a nova alteração, segundo ela, eles estarão em um patamar de igualdade competitiva com a Caixa.

To Top
%d blogueiros gostam disto: