Política

Briga: Andrea Mendonça entra com ação contra Marcelo Nilo por injúria

A secretária municipal de Desenvolvimento, Trabalho e Emprego, Andrea Mendonça (PDT), entrou com uma ação penal por injúria contra o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Marcelo Nilo (PDT).

A medida é aguardada desde janeiro deste ano, quando a secretária relatou ter sido agredida com palavras de “baixo calão” pelo deputado, durante uma reunião na sede do partido. “O processo está correndo em segredo de justiça justamente para não ter cunho político, porque foi uma ofensa pessoal e, principalmente uma ofensa às mulheres”, afirma Andrea.

Para ela, o cunho sexista da ofensa a levou à busca por uma reparação judicial. “Ele me desrespeitou em uma reunião em que tinham vários secretários, várias pessoas participando, uma reunião do PDT. Ele me ofendeu e eu não posso deixar que uma ofensa contra a mulher passe despercebida, porque não é justo. Afinal cada vez mais a gente tem menos mulheres na política e esse tipo de acontecimento afasta as mulheres da política. E as mulheres vendo que uma mulher enfrentou uma pessoa que é presidente da Assembleia em uma ofensa moral, poderão também ser encorajadas a enfrentarem problemas tão grandes como eu sofri”, justificou.

Como na época quando ocorreu o conflito, a pedetista não quis dizer o que foi dito pelo correligionário. “Eu não uso as palavras que ele usa, porque são palavras de baixo calão. Na minha família, a gente não tem o hábito de usar esse tipo de palavreado. Por isso para mim fica difícil repetir o que ele disse, mas foram ofensas muito feias que estão no processo”.

Procurado pelo Bahia Notícias, Nilo diz não ter sido notificado da ação, que é conduzida pelo advogado criminalista Gamil Föppel. “Nunca recebi nada”, afirma Nilo, que se diz surpreso com a atitude da secretária. “Primeiro, se ela entrou, é surpresa. Nunca a ofendi. A discussão foi outra. Desafio alguém que tenha dito que a ofendi, jamais ofenderia ninguém e mulher sempre tratei com respeito”, disse Nilo, que admitiu ter feito críticas à sua gestão na Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado, chamando-a de incompetente.

“Se foi isso, nunca ofendi, não tenho porque ofendê-la, minhas críticas que eu fiz a ela e que ela fez a mim são críticas políticas, nunca entrei no pessoal. Nem a ela nem ao irmão dela [Félix Mendonça Jr]. Não faço política no pessoal”, destacou. (Informações do Bahia Noticias).

To Top
%d blogueiros gostam disto: