Economia

Bancários ameaçam parar em outubro se o acordo não acontecer

Representantes de banqueiros e bancários vão se sentar à mesa de negociações na manhã dessa sexta-feira (25) para tentar fechar o reajuste da categoria, cuja data-base é 1º de setembro.

Os trabalhadores cobram uma correção de 16%, dos quais 5,7% de aumento real. Em 2014, o ganho acima da inflação foi de 2,02%. Se a oferta não agradar, os trabalhadores podem parar suas atividades já na semana que vem.

Para Roberto von der Osten, presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf), a correção salarial para recuperar as perdas da inflação é uma obrigação dos bancos.

Já o ganho real, segundo ele, é totalmente possível, uma vez que o setor cresce apesar do momento econômico difícil do país.

To Top
%d blogueiros gostam disto: