Esporte

Bahia vence o Grêmio na Fonte Nova; Vitória brilha em Minas

Em busca de reabilitação após três jogos seguidos sem triunfar no Brasileirão, o Bahia entrou em campo nesse domingo (24), na Arena Fonte Nova, com uma postura ofensiva e que resultou em uma pressão inicial no campo de defesa do adversário. Aos cinco minutos, Juninho deu a primeira finalização da partida e fez o goleiro Paulo Victor trabalhar.

Pelo lado gremista, o técnico Renato Portaluppi surpreendeu ao mandar a campo sete jogadores titulares, depois de ensaiar uma escalação repleta de reservas. Porém, mesmo com a maioria de seus melhores atletas, o Grêmio levou perigo apenas aos 28 minutos, em chute de fora da área de Arroyo.

Era o Bahia quem levava perigo efetivo ao gol adversário na primeira etapa. Aos 33 minutos, Juninho chutou mais uma vez de fora da área. A bola desviou na defesa e passou ao lado da trave. No escanteio, Edson acertou cabeçada forte, obrigando Paulo Victor a fazer grande intervenção.

Já no segundo tempo, a partida seguiu com equilíbrio na posse de bola e com as duas equipes tendo dificuldades para entrar na área do adversário. Para tentar algo diferente, Preto mandou a campo Allione e Edigar Junio, nos lugares de Vinícius e Zé Rafael.

Em um jogo com poucas finalizações, a primeira boa chance da segunda etapa saiu pouco tempo após a entrada de Edigar Junio. O atacante avançou em velocidade e foi derrubado perto da grande área. Juninho cobrou a falta e a bola passou perto do travessão.

Com o passar do tempo, a torcida já se mostrava impaciente pela pouca produção ofensiva da equipe e, consequentemente, pela ausência de gol. Vaias ao time e críticas ao técnico Preto Casagrande foram ouvidas em alto e bom som.

Por outro lado, o Grêmio passou a dominar a posse de bola na reta final e criou a melhor chance da partida aos 31 minutos, quando Patrick acertou um balaço no travessão. No rebote, Fernandinho chutou e Jean fez uma bela defesa para manter o placar zerado.

Pressionado pela torcida, os jogadores tricolores tentaram fazer uma pressão nos acréscimos. E nos acréscimos, Allione foi derrubado dentro da área no último lance do jogo.

Rodrigão foi para a cobrança e garantiu o triunfo com uma cobrança no canto esquerdo do goleiro Paulo Victor.

Vitória vence o Atlético-MG e sai do Z-4

De um lado o Atlético-MG, dono da segunda pior campanha como mandante do Campeonato Brasileiro. Do outro o Vitória, segundo melhor visitante. O futebol nem sempre segue uma lógica exata, mas na noite deste domingo, no Independência, seguiu.

Pior para o Atlético-MG, que tropeçou nos seus próprios erros e viu o Leão da Boa Terra vencer por 3 a 1. Neilton colocou o Vitória em vantagem logo aos dois minutos. Pouco depois, Cazares deixou tudo igual, aproveitando assistência de Fred, que completou nove partidas sem marcar. Na segunda etapa, Yago, em contragolpe fatal, fez 2 a 1 para o time baiano, que, com o resultado, saiu da zona de rebaixamento. No último lance do jogo, Tréllez ainda aumentou a conta do Vitória e fechou o placar em 3 a 1. O Galo permaneceu com 31 pontos e caiu para a 11ª posição com a derrota.

 

To Top
%d blogueiros gostam disto: