Eleições 2018

Em convenção, PSL de Bolsonaro declara apoio a José Ronaldo

Ao receber o apoio do PSL durante convenção neste domingo (29), o pré-candidato ao governo José Ronaldo (DEM), afirmou, em discurso, que o presidenciável da legenda, Jair Bolsonaro, é um “cidadão que tem coragem” e “é determinado”. Ele esteve no evento ao lado do vice-prefeito de Salvador Bruno Reis.

“Bolsonaro é um cidadão que tem coragem, é determinado, disposto para enfrentar um desafio desses de ser candidato à presidência da República. (O desafio) só enfrenta quem tem coragem, quem é determinado. Quem não é, não enfrenta mesmo”, elogiou.

O democrata avaliou que o PSL é considerado um partido pequeno, com pouca representação parlamentar e horário de TV, o que dificulta a eleição. “Mas eu não vejo nenhum outro grupo político que tem trabalho tão ativo, tão forte, tão espontâneo, tão guerreiro quanto é o de vocês. Há muito tempo que não vejo na política alguém ser recebido com tanta vontade, grito de guerra, etc., etc., etc., como vocês recebem o candidato que vocês apoiam. A luta de vocês é uma luta parecida com a minha. A minha também não tem poder econômico, não tem poderosos por detrás, minha vida inteira foi luta, de trabalho”, defendeu.

O pré-candidato Bolsonaro participou por meio de um vídeo exibido durante a convenção. Na aparição, ele chama Ronaldo de “nosso candidato ao governo do estado”, mas também critica o bloco de partidos chamado “centrão”, que inclui o próprio partido de Ronaldo, o DEM, o qual apoia nacionalmente o pré-candidato Geraldo Alckmin (PSDB).

“Agora tem dois quadros: o centrão, que a nata da corrupção está lá, e aquela ‘esquerdalha’, que além de roubar nosso dinheiro, quer roubar nossa liberdade também, querem voltar ao . Do lado de cá, o patinho feio. Mas ao lado de vocês, será um patinho muito bonito até o dia 7 de outubro”, afirmou Bolsonaro.

Por meio do Instagram, a presidente do PSL na Bahia e pré-candidata a deputada federal, Dayane Pimentel, chegou a chamar Alckmin de “picolé de chuchu”, em uma publicação sobre o apoio do democrata. “Se a nível nacional o DEM apoia Alckmin (picolé de chuchu), na Bahia – José Ronaldo disse: “Em meu palanque Bolsonaro sobe!”, publicou.

Questionado sobre a saia justa com a possibilidade de Ronaldo subir em dois palanques de candidatos à presidência, o presidente do DEM e prefeito de Salvador, ACM Neto, preferiu se esquivar e deixar a decisão nas mãos do correligionário. “Eu, ACM Neto, tenho um candidato à Presidência da República e vou trabalhar por ele, se chama Geraldo Alckmin. Em relação a palanques, José Ronaldo que é o candidato a governador é quem deve responder por isso”, afirmou, em evento na manhã desta segunda-feira.

Também no domingo (29), Ronaldo recebeu o apoio do PV durante a convenção partidária.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: