Esporte

Bahia não supera retranca e perde para o Inter na Fonte Nova

Mostrando maturidade e segurança, o Internacional foi a Arena Fonte Nova enfrentar o Bahia e confirmou a boa fase: Gol de Patrick e triunfo sobre o Bahia por 1 a 0. Com o resultado e o empate em 1 a 1 do Paraná contra o São Paulo, agora o Colorado está a apenas um ponto dos paulistas na tabela do Brasileirão.

Por sua vez, o resultado interrompeu uma série sem derrotas na competição do Tricolor Baiano que durava desde antes da Copa do Mundo. Além disso, a equipe nordestina fica na 12ª posição continuando com 22 pontos.

A primeira grande oportunidade do jogo favoreceu a equipe que conseguia ser mais constante no campo de ataque como era o caso do Internacional. Depois de passe espirrado na zaga baiana, Camilo apareceu frente a frente com Anderson, mas bateu cruzado tirando demais da meta e a bola passou do lado esquerdo.

Os erros de passe do Bahia frente a uma marcação tão acertada como se posicionava o time Colorado. Com isso, cada vez mais se tornava raro ver a equipe da casa efetivamente ter a posse e conseguir espaços para armar uma jogada de ataque.

Foi somente em um erro na saída de bola do time visitante que o Tricolor da Boa Terra conseguiu levar bastante perigo a meta de Lomba. Roubando a bola na intermediária, Zé Rafael teve campo para arrumar o corpo e bater forte para ver a bola raspar o travessão.

Apesar dos visitantes preferirem a troca de passes no chão, foi por um lançamento que surgiu o lance do gol. Depois de bola lindamente dominada por Rossi dentro da área, na base da habilidade e velocidade o camisa 22 girou na marcação e cruzou na medida para a chegada de Patrick concluir de cabeça para as redes.

No trecho final da primeira etapa, o Bahia passou a ter mais atitude, empurrado também por estar atrás do marcador e apostando bastante nas bolas aéreas, porém, sem a efetividade necessária para alterar novamente o marcador.

Segundo tempo

Assim como foi no primeiro tempo, quem inaugurou as chances perigosas foi o time dirigido por Odair Hellmann. Em cobrança de falta vindo da ponta esquerda feita por Camilo, o volante Rodrigo Dourado testou para o chão e forçou Anderson a fazer uma complicada intervenção.

O Bahia até tentava tomar as rédeas da partida com a posse de bola superior, mas continuava esbarrando na postura retraída bem organizada do time gaúcho e não criava. Quem mais sofria nesse panorama eram Edigar Junio e Gilberto, pouco acionados diante do intenso acompanhamento dos zagueiros e volantes do Inter.

A entrada de Régis melhorou a “inspiração” da ofensiva de Salvador, criando dois bons lances onde o chute de Léo encontrou a boa defesa de Marcelo Lomba e Gilberto, em cruzamento muito preciso, cabeceou por cima em lance claro de gol.

Mesmo melhorando por alguns momentos, em via de regra o time de Enderson Moreira não conseguiu implementar um alto e constante nível de pressão sobre o Inter. (Portal Terra).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: