Eleições 2018

MG: Ciro flerta com Kalil e diz que devolverá autonomia ao estado

Candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes garantiu que, se eleito, ajudará Minas Gerais a desafundar das dívidas para voltar a crescer e a pagar o funcionalismo público no quinto dia útil. O parlamentar esteve em Belo Horizonte, na manhã desta quarta-feira (29), e declarou que fará história ao “devolver para Minas Gerais a sua autonomia”.

Ele explicou que pretende reestruturar a dívida do Estado junto ao governo federal, achar uma equação patrimonial para o calote da Lei Kandir e ajudar Minas a criar um fundo previdenciário. “Só a Codemig, por exemplo, tem autorização de direitos minerais que podem chegar à fração de centenas de bilhões de reais. Se a gente fizer um recebível lastreado pelo governo federal, a gente pode resolver o principal problema de Minas, que é a questão previdenciária”, detalhou.

O primeiro ato de campanha de Ciro em BH foi no Mercado Central, na região Central da cidade. No ponto turístico, ele comeu o tradicional pão com linguiça e cumprimentou diversos apoiares. Alguns eleitores, contudo, vaiaram o político e pediram para ele se retirar do local.

Kalil

Nos bastidores, há a expectativa do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, apoiar a candidatura do pedetista. Ciro deve retornar à capital mineira ainda nesta semana para fazer o anúncio oficial. “O Kalil hoje é um dos melhores prefeitos do Brasil. Ele me agrada muito pelo seu jeito franco de ser e nisso tenho muita afinidade com ele. Mas se vou ter ou não o privilégio desse apoio, ainda não dá para anunciar”, avaliou Ciro.

Em BH, Ciro Gomes também fez promessa com relação à segurança. Ele garantiu que assumirá a responsabilidade de investigar todos os crimes referentes ao narcotráfico, contrabando de armas, facções criminosas, colarinho branco e crimes contra a administração pública. “Comigo será desde a investigação até o sistema prisional”, garantiu. Ele afirmou que, para isso, aumentará o orçamento da Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP).

Nome limpo

O candidato à presidência ainda detalhou como funcionará o projeto “Nome Limpo”, uma das principais propostas de sua campanha que prevê a quitação dos débitos dos consumidores que estão com o nome sujo no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). Segundo o político, hoje o Serasa dá desconto de até 80% para consumidor, mas o restante tem que ser pago à vista.

“Eu proponho chamar os crediaristas e fazer um leilão. Quem der o maior desconto, eu financio primeiro. Aí pego o Banco do Brasil e a Caixa Econômica e faço um crédito, mas não é dar dinheiro para ninguém. Eu troco juros de 500%, criminosos, por um de 10% ou 12%, em que o banco não perde nada. Aí divido o que ficar em uma média de 36 vezes”, explicou.

“Acredite, eu vou tirar o nome do brasileiro do SPC”, reforçou Ciro Gomes, sendo saudado por dezenas de apoiadores mineiros. (Fonte: jornal Hoje em Dia).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: