Política

Anastasia abre 12 pontos sobre Pimentel em Minas Gerais

Após um mês de campanha, o senador Antonio Anastasia (PSDB) continua liderando as intenções de voto e apresenta vantagem em relação aos demais concorrentes ao governo de Minas. A pesquisa DataTempo/CP2, realizada entre 10 e 13 de setembro, mostra que, em relação ao último levantamento, o tucano cresceu mais de seis pontos percentuais, chegando hoje ao índice de 30,6%. A margem de erro é de 2,3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Segundo a pesquisa, o tucano venceria o pleito ainda em primeiro turno por maioria absoluta. A conquista ocorreria porque o número registrado por Anastasia na amostragem é maior do que a soma dos índices dos demais postulantes ao comando do Estado. Os outros oito candidatos somaram, juntos, 29,6% dos votos.

Já o total de 25,2% dos eleitores mineiros disseram que não pretendem votar em nenhum dos políticos ou planejam votar em branco ou nulo. Esse número é maior do que o registrado pelos demais nomes na pesquisa. Em segundo lugar está o atual governador e candidato à reeleição, Fernando Pimentel (PT), que pontuou 18%. Na amostragem realizada em agosto, o petista estava com 16,9%, crescendo 1,1 ponto percentual.

Em terceiro lugar na disputa está Romeu Zema (Novo), que subiu 3,1 pontos percentuais em relação ao último levantamento, tendo agora 5,6% das intenções de voto. Com a margem de erro, pode estar entre 3,3% e 7,9%. Por conta desses números, ele está tecnicamente empatado com o presidente da Assembleia Legislativa de Minas, Adalclever Lopes (MDB), com 2,2%. Ele entrou na corrida eleitoral no fim de agosto, após a desistência de Marcio Lacerda.

A margem de erro faz ainda com que os demais candidatos apareçam tecnicamente empatados com o emedebista e embolados na disputa entre a quarta e a oitava posição. Nenhum deles cresceu mais que um ponto percentual. João Batista Mares Guia (Rede) é preferido entre 1,6% dos mineiros, enquanto 0,8% dos entrevistados disseram votar em Dirlene Marques (PSOL). Ela, inclusive, apresentou queda em relação à última pesquisa, em que pontuava 1,2%.

Já os candidatos Jordano Carvalho (PSTU) e Alexandre Flach (PCO) registraram, cada um, 0,6%. Amargando o último lugar está o postulante do Avante para o Palácio da Liberdade, Claudiney Dulim. Em agosto, ele contava com 0,5% dos votos, e agora tem 0,2%. Os que não souberam ou não responderam somam o total de 14,7%. (Fonte: O Tempo).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: