Eleições 2018

Evangélicos reagem a Bolsonaro e lançam carta por Estado laico

O movimento dos neopentecostais da Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil na direção de Jair Bolsonaro provocou reação de líderes evangélicos de outras agremiações.

A informação é da coluna Painel, da Folha de S. Paulo, adiantando que, nessa quinta (20), um grupo que reúne 88 teólogos e reverendos presbiterianos, batistas e de outros troncos da religião lançou manifesto em defesa do Estado laico e contra o uso de Deus em campanhas.

“Nossa indignação contra a pretensão de haver um governo exercido em nome de Deus, bem como contra toda aspiração autoritária e antidemocrática”, diz a Carta Pastoral à Nação. “O nome de Deus não pode ser usado em vão, ainda mais para fins políticos”, conclui.

“Brasil acima de tudo, Deus acima de todos” é o nome da coligação de Bolsonaro.

 

1 Comment

1 Comment

  1. Rodrigo

    13 de outubro de 2018 at 20:22

    Esse grupo não pode falar em nome dos Evangélicos, pois,não representam grande parcela dos cwrca de 30% dos Evangélicos do Brasil. Outro detalhe, está no fato está no erro de afirmar que o principio do “Estado Laico” impede a relação do Estado com as entidades religiosas, na verdade o princípio do Estado Laico oriundo da primeira Constituição Republicana, assevera que o Eatado não possui uma religião oficial. Somos evangélicos e cidadãos e portanto não podemos ser impedidos de manifestar nossos posicionamentos políticos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas