Educação

MEC pede adiamento do horário de verão por causa do Enem

O Ministério da Educação (MEC) pediu à Casa Civil que o horário de verão seja adiado. A solicitação ocorreu porque o primeiro dia do adiantamento dos relógios – 4 de novembro – coincide com o primeiro dia de aplicação de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Estão inscritos 5,5 milhões de candidatos na avaliação, em todo o País. O horário de verão pode confundir milhares de jovens que correrão o risco de perder o exame, porta de entrada para mais de 130 universidades públicas por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Pelo horário oficial de Brasília, as provas do Enem são das 13h30 às 19h no dia 4, com abertura dos portões de acesso aos prédios ao meio-dia e fechamento às 13h.

Os nove Estados do Nordeste, ou seja, Pernambuco está incluído, não participam do horário de verão. Nesse caso, as provas, no Estado, serão das 12h30 às 18h – se o horário de verão for mantido.

Em outros anos, o horário de verão começou em outubro. Mas o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pediu ao presidente Michel Temer que fosse adiado para depois do segundo turno das eleições. O horário diferenciado vai até 17 de fevereiro.

A mudança vale para os Estados das regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste (Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, mais o Distrito Federal).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: