Política

Léo Prates almoça com cúpula e aumenta burburinho sobre ida ao PDT

O deputado licenciado e secretário municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza, Léo Prates (DEM) vem aumentando o burburinho em relação ao seu futuro político na base de apoio do prefeito ACM Neto. O democrata acabou de postar uma foto almoçando no restaurante Ki Mukeka, em Salvador, com o presidente nacional do PDT, o ex-ministro Carlos Lupi, além do deputado federal Felix Mendonça Júnior, presidente do partido na Bahia.

Léo Prates almoçou com a cúpula do PDT baiano e o presidente nacional da legenda

“Almoço regado a amizade, boas risadas e a favor do Brasil e de Salvador! Com o presidente @carloslupioficial e meu amigo deputado federal Felix Jr. Obrigado pelo [email protected] faltou você!”, escreveu Prates na legenda da foto publicada em seu Instagram.

Léo Prates – que é apontado como “plano B” de Neto para a sucessão em 2020 em Salvador, caso o vice-prefeito Bruno Reis (DEM) não consiga se viabilizar – agradeceu ao deputado federal Tito (Avante) por viabilizar R$ 3 milhões para a assistência social em Salvador, através do seu mandato. Contudo, fez questão de antecipar que: “estamos em campos opostos, mas unidos pelos que mais precisam. Obrigado amigo! O povo de Salvador agradece! Deus abençoe!”. 

A cúpula do PDT está em Salvador para o encontro do partido que será realizado logo mais, às 14 horas, no auditório da União dos Municípios da Bahia (UPB), no Centro Administrativo. O partido faz parte da base de apoio de Rui, oposição ao governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e apoia a “greve geral” convocada por sindicalistas em todo o país. Interessante ressaltar que, enquanto o prefeito ACM Neto dava entrevista reclamando dos bloqueios e depredações praticadas pelos manifestantes na capital baiana, Prates almoçava com Lupi e Felix Júnior – ambos convocaram a população para participarem da “greve geral”.

Aliado a isso, o deputado licenciado criou também, na última semana, o maior burburinho no meio político ao expor uma possível aproximação com o secretário estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães, do PCdoB, ocasião em que as portas do partido foram abertas para ele. Após a polêmica, seu nome, inclusive, é dado como certo para substituir o secretário da Saúde Luiz Galvão, que deve migrar para o posto ocupado pela diretora geral das Prefeituras-Bairro, Ana Paula, que deve substituir Prates na Sempre. (Informações do Politica Livre / Foto: Divulgação/Twitter).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas