Economia

Empresas São Luiz e Falcão Real podem deixar de operar na Bahia; Riachão está na rota do grupo

As linhas intermunicipais da Bahia operados pela Empresa de Transportes São Luiz Ltda e Falcão Real Serviços Ltda vão passar por uma licitação e após o conhecimento do resultado, podem ser operadas por outras empresas. Com isso, a Empresa de Transportes São Luiz pode encerrar sua trajetória de 72 anos em atuação no transporte baiano de passageiros, iniciada pelo pioneiro Feliciano Ângelo da Silva, em 1947.

A São Luiz cobre as regiões norte, centro-norte e nordeste da Bahia

Isso porque, segundo o Diretor Executivo da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), Carlos Henrique Martins, no uso de suas funções e atribuições regulamentares, declarou extintos todos os contratos de concessão e permissão das empresas São Luiz e Falcão Real. 

Essa decisão foi baseada, devido a uma série de irregularidades como não cumprimentos de TACS, atrasos de licenciamentos, inúmeras multas não pagas entre outras questões. Nos últimos anos, vários passageiros vinham relatando nas redes sociais os péssimos serviços das empresas, que vão desde atrasos e a má conservação dos veículos.

A Falcão Real surgiu após a repartição do grupo da antiga empresa São Luiz

O Governo do Estado definiu 90 dias para realizar o processo de licitação, mas devido a grande área de operação e demanda de passageiros atendidos pela São Luiz e Falcão Real, a licitação dessas linhas chamará a atenção de várias empresas de ônibus rodoviários que atuam na Bahia como; Viação Jequié Cidade Sol, Viação Novo Horizonte, Rápido Federal entre outras.

Vale a pena lembrar que desde 2016, a Viação Jequié Cidade Sol (Grupo Brasileiro ligada a família Carletto) assumiu as linhas do Sertão Baiano que até então eram operadas pela Viação Águia Branca, demostrando todos os seus investimentos nessa região para ampliar sua área de atuação no intermunicipal da Bahia.

Com grande atuação na região norte da Bahia, as empresas São Luiz e Falcão Real transitam pelas BRs-324 e 407, principalmente, com forte cobertura nos municípios de Juazeiro, Senhor do Bonfim, Jacobina, Capim Grosso, passando por Riachão do Jacuípe, Tanquinho, Feira de Santana e Salvador.  

Pioneirismo da Empresa de Transportes São Luiz na região

O crescimento do transporte rodoviário de passageiros da Bahia contou com vários pioneiros, um deles foi com o paraibano Feliciano Ângelo da Silva, que chegou na cidade de Jacobina em 1947 visando novos horizontes e negócios.

O crescimento da empresa de transporte São Luiz teve origem em Jacobina, em 1947

Entre 1949 e 1950, a Empresa de Transportes São Luiz inicia suas operações através de um caminhão adaptado para realizar o transporte de cargas e passageiros na região. A Empresa dava um passo importante, iniciando a operação da linha Jacobina x Salvador em estradas de péssimas condições.

Desde então, a Empresa de Transportes São Luiz foi ampliando suas operações e chegando a atender diversas cidades baianas entre elas; Salvador, Feira de Santana, Jacobina, Itaberaba, Piritiba, Miguel Calmon, Capim Grosso, Juazeiro, Senhor do Bonfim, Sobradinho, Curacá, Várzea Nova, Campo Formoso, Mirangaba, Andorinha, Várzea do Poço, Uauá, Milagres, Amargosa, Canudos, Pilar, Mairi, Pindobaçu entre outras.

Nesse período, a Empresa de Transportes São Luiz inovou muito em suas operações e veículos, chegando a adquirir um dos primeiros ônibus Double Decker da Região Nordeste e escalados nas linhas Salvador x Juazeiro e Salvador x Petrolina. 

Através de uma divisão acionária, nasceu a Falcão Real Serviços que ficou com a operação das  principais linhas da Empresa São Luiz e a São Luiz ficou dedicada nas linhas regionais.

Fonte: Fortalbus Foto do Whatsapp

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas