Esporte

Manaus vence o Jacuipense e garante vaga na final da Série D

O Manaus-AM está na final da Série D do Campeonato Brasileiro. Na noite deste sábado (03), o time manauara fez jus ao fator casa para vencer o Jacuipense-BA, pelo placar de 1 a 0 no segundo jogo das semifinais, disputado na Arena Amazônia, em Manaus (AM). Hamilton de pênalti, marcou o gol da classificação. No duelo de ida, as duas equipes tinham ficado no empate por 1 a 1 na Bahia.

Hamilton marcou de pênalti para o Manaus e virou o carrasco do Jacuipense

Com o acesso garantido à algum tempo e a classificação assegurada para a grande decisão, o Manaus aguarda o vencedor do outro jogo das semifinais, entre Ituano-SP e Brusque-SC, que se enfrentam neste domingo (04), às 16h, no Estádio Augusto Bauer. No jogo de ida, o time paulista venceu por 2 a 0 e está em vantagem.

Primeiro tempo

Com o empate no jogo de ida e a classificação ainda totalmente em aberto, a partida deste sábado começou bastante movimentada, com os dois times buscando espaço para chegar com perigo ao gol adversário. Tanto que a primeira chance de perigo veio dos lados do Jacuipense. Aos 18 minutos, Nicácio recebeu de costas pra área, fez o pivô e tocou para Caíque, que chutou de primeira mas mandou a bola por cima do gol.

O árbitro expulsou o zagueiro Nilson Júnior e o Jacuipense sentiu (Foto: Globo Esporte)

A resposta do Manaus veio aos 28, quando Jonathan lançou Rossini, que cruzou de primeira na área. Dolem apareceu livre, mas acabou pegando mal na bola e chutou para fora, desperdiçando uma das melhores chances do duelo. Nos minutos finais, o time da casa ficou perto de tirar o zero do placar em uma cabeçada de Derlan, mas a bola saiu por cima do gol. Até por conta disso, o primeiro tempo terminou empatado sem gols.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, o Manaus retornou para o segundo tempo, tomando as rédeas do duelo nos primeiros minutos e fazendo pressão na área adversária. Depois de tanto tentar, a equipe manauara conseguiu abrir vantagem. Rossini cruzou na área e a bola bateu no braço do zagueiro do Jacuipense. Ligado no lance, o árbitro marcou pênalti. Hamilton foi para a cobrança e não desperdiçou.

A torcida não lotou a Arena Amazônia como no jogo contra o Caxias, mas compareceu

A partir daí, o Jacuipense se mandou para o ataque em busca do empate e deu ainda mais espaço para o Manaus criar algumas chances para aumentar. Mas a principal chance dos últimos minutos veio mesmo pelos lados do time baiano. Aos 41, Borges arriscou de longe e por muito pouco não deixou tudo igual no placar. Porém, o duelo terminou mesmo com a vitória magra do time manauara, por 1 a 0. (Fonte: Futebol Interior).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas