Política

‘Nova Política’: Em 28 anos, clã Bolsonaro nomeou 102 pessoas ligadas à família nos gabinetes

Levantamento feito pelo Jornal O Globo, publicado neste domingo (4), revela que, desde o primeiro mandato de Jair Bolsonaro (PSL) como deputado, em 1991, foram nomeados para seu gabinete e os de seus três filhos políticos -Flávio, Carlos e Eduardo Bolsonaro – 286 assessores, dos quais 102 têm algum parentesco ou relação familiar entre si, o que corresponde a 35% do total de nomeações. Só da família Bolsonaro, são 22. 

Levantamento feito pelo Jornal O Globo mostra a ‘nova política’ do clã Bolsonaro

Em vários casos, há indícios de que as pessoas não exerceram as funções dos contratos. Procurados pelos repórteres do Globo, dois dos nomeados negaram ter trabalhado; e duas pessoas declararam outras ocupações. Uma mulher que foi contratada por 15 anos no gabinete de Flávio com o salário médio de R$ 7,3 mil, por exemplo, informou na Justiça ser “do lar”.

Outra, apesar de contratada por Carlos de 2005 a 2019 por R$ 10,7 mil em média, declarou em cartório ser “babá”. A defesa do senador Flávio Bolsonaro diz que as contratações foram legais. O Palácio do Planalto, o vereador Carlos Bolsonaro e o deputado federal Eduardo não comentaram o assunto. (Informações de O Globo).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas